Homem salva cachorro que tinha sido atacado e arrastado por crocodilo

Que alívio! E pelos dois!

Homem salva cachorro que tinha sido atacado por crocodilo
Homem salva cachorro que tinha sido atacado por crocodilo

É isso mesmo que você leu! Um momento como este, você de fato fica surpreso com tamanho acontecimento e ao mesmo tempo com um alívio transbordando, já que no final das contas, tudo ficou muito bem.

Mike McCoy é um senhor que vive em Holiday, cidade que fica na Flórida, Estados Unidos. Nas últimas semanas, ele e seu cachorro Jack, que é um filhote de 8 meses da raça labrador, se tornaram notícia no país.

O que era para ser apenas mais uma caminhada de rotina entre os dois, acabou sendo um verdadeiro susto para esses parceiros e até para quem estava por perto.

Isso porque quando estavam andando no parque perto de um lago, um crocodilo acabou aparecendo de repente e atacou o Jack em uma velocidade mesmo surpreendente.

Como se fosse uma história de filme, o labrador chegou a ser arrastado pelo animal para dentro da água. Foi quando o Mike, agindo por puro instinto, não pode ficar sem fazer nada.

E então foi atrás do crocodilo dentro da água para retirá-lo de lá. Com o seu cachorro na boca, Mike não pensou duas vezes, só precisava tirá-lo da água para não perder nada dos seus olhos.

Um susto!

Agindo o mais rápido que pode, ele só pensou em pressionar o crocodilo nos olhos, para que ele se sentisse assustado e soltasse o pobre Jack, que estava preso.

Quando se recorda do momento, Mike chega a falar que tudo aconteceu rápido demais: “Foi como uma cobra disparando muito rápido. Foi super rápido”.

E disse mais:“Eu enfiei meu polegar em seu olho… Tirei-o da água para que ele não pudesse chegar a lugar nenhum, até que ele finalmente soltou meu cachorro”

Sendo levado ao médico, os dois passam bem. Levaram algumas mordidas, ambos precisaram de pontos e agora repousam.

Um caso bem parecido que já tinha acontecido

Ainda que sejam notícias fortes, o caso de ataques de crocodilos na Flórida não são frequentes e em sua maioria, não causam ferimentos muitos graves nas vítimas.

Mas há alguns meses, uma cena muito parecida com essa aconteceu com um senhor aposentado e o seu filhote, quando ambos também estavam passeando.

Em ambos os casos, os donos desses animais chegaram a relatar que simplesmente agiram pelo puro instinto de proteger aquele amigo pelo qual tanto amam e tanto querem bem. Como foram maravilhosos e que alívio por estarem bem!

publicidade