Inspirado na filha, pai larga o vício em cigarro após 13 anos: ‘agora, é pensar em saúde’

“Entendi que estou em um desafio a longo prazo”

publicidade

O tabagismo é considerado a maior causa evitável isolada de adoecimento e mortes precoces em todo o mundo, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). Quem fuma ou já fumou sabe a dificuldade que é largar o cigarro. Por isso mesmo, a história de hoje é tão bacana: inspirado pela filha, um pai conseguiu vencer essa dependência!

Gerson de Souza, de 33 anos, já fumava há 13 anos. Ou seja, tornou-se algo da rotina para ele. Até que veio o susto: teve uma úlcera no estômago e foi parar no hospital em julho deste ano.

Após 13 anos, Gerson decidiu que era hora de parar de fumar (imagem: Lucilia Guimarães/SMCS)
publicidade

Esse problema veio como uma alerta de que precisava urgentemente parar de fumar antes que a sua saúde ficasse prejudicada. Gerson, então, marcou uma data para a nova fase da sua vida: 13 de agosto, o Dia dos Pais.

Te interessa?

Pensando em dar um bom exemplo para a filha, foi buscar ajuda e fazer o possível para se livrar desse vício. Nesse processo, contou com a ajuda do Programa do Controle do Tabagismo, ofertado pela Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba (PR).

“Tem sido muito importante ter o apoio deste grupo, fica bem mais fácil. Depois da primeira reunião, vi que é possível parar de fumar. Eles me explicaram como o cigarro vicia, falam como são as dificuldades de parar, quais técnicas usar quando der vontade de tragar. Entendi que estou em um desafio a longo prazo”, disse Gerson, segundo o Só Notícia Boa.

O tabagismo é considerado a maior causa evitável isolada de adoecimento e mortes precoces (imagem: Todos Juntos Contra o Câncer)
publicidade

Peso no bolso

Graças a essa iniciativa, 173 mil pessoas conseguiram deixar o cigarro em Curitiba nos últimos 10 anos. Gente como o Gerson, que viu a necessidade de vencer essa dependência e cuidar melhor da saúde por seu próprio bem e pelo bem das pessoas que ama.

Nisso tudo, entra até uma questão financeira muito importante. “Em uma das reuniões, calcularam quanto cada um de nós já gastou, em média, com cigarro. Teve um senhor que a conta deu mais de R$ 2 milhões. No meu caso, deu mais de R$ 200 mil nesses 13 anos. Doeu no bolso. Agora, é pensar em saúde.”

Parabéns, Gerson, por ter dado esse passo importante e desejamos que, por mais que seja difícil, você continue firme!

publicidade

Vale sempre lembrar que não é vergonha buscar ajuda! Se você que está lendo a notícia e também precisa parar de fumar, procure uma unidade de saúde mais próxima e veja se na sua cidade há algum programa parecido com o que mudou a vida do Gerson.

E olha que interessante: os benefícios de largar o cigarro aparecem logo nos primeiros dias. Os pulmões passam a funcionar melhor, o olfato e o paladar melhoram e o risco de morte por infarto cai pela metade após um ano longe do tabagismo.

Cuide da sua saúde enquanto há tempo!

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: Só Notícia Boa 

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar