Jovem que trabalhou como pedreiro na pandemia é aprovado em medicina

O segredo é não desistir!

Jovem que trabalhou como pedreiro na pandemia é aprovado em medicina
Jovem que trabalhou como pedreiro na pandemia é aprovado em medicina

Se existe uma coisa pela qual somos super apaixonados, é a forma como as pessoas que sonham conseguem manter sua determinação sempre à frente das dificuldades.

Adailson Moura, 18 anos, é um garoto que vive em Icoaraci, periferia da capital de Belém (PA). Sonhando ser médico, teve a alegria de ver o seu nome no grande listão!

Isso porque ele foi aprovado no curso de medicina na Universidade Federal do Pará (UFPA) ainda nesse primeiro semestres. Mas não pense que isso foi fácil.

Para ajudar a família na pandemia, Adailson precisou conciliar os seus estudos em casa, com o trabalho que fazia com o pai, que era pedreiro. Com a quarentena, a família precisou buscar formas de aumentar a renda.

Reconhecendo como saída, o estudante conta mais: “Fazíamos isso porque era dali que o nosso material ou qualquer meio tecnológico poderia ser adquirido para colaborar com os nossos estudos”.

Jovem que trabalhou como pedreiro na pandemia é aprovado em medicina

Sem contar na luta que é estudar e trabalhar, não é mesmo? Como um dos cursos mais concorridos, estudar para medicina requer muito mais que o básico!

“Enfrentar um exame ou qualquer concurso é algo cansativo. Não só fisicamente, mas também mentalmente, então, sem a ajuda deles seria muito mais difícil”,  lembra Adailson.

Os sonhos sempre precisam ser maiores que as barreiras!

Porém, ele não via isso tudo como uma dificuldade. Determinado em seguir seus sonhos, sempre aceitou que de fato isso não seria fácil. Mas era preciso acreditar em sua capacidade.

Sendo bolsista em uma escola particular, quando passou a estudar em uma escola pública, Adailson notou que era preciso ter muita disciplina para se manter com os estudos.

E o que fez toda a diferença para eles, foram os grandes professores que chegou a ter. Mesmo com tantos problemas, o jovem chega a contar que eles se doavam ao máximo para ensinar aos seus alunos.

Jovem que trabalhou como pedreiro na pandemia é aprovado em medicina

Passar em medicina é reconhecer a realidade e superá-la!

Ainda assim, foi graças a um professor de biologia que o sonho da medicina nasceu. Com uma linda didática, o estudante ficou apaixonado em saber as magníficas ações que o corpo humano é capaz de ter e fazer.

E todos eles os ajudavam da forma que podia, como se lembra: “Eles eram realmente comprometidos com o ensino, viam a condição econômica da turma e traziam apostilas de graça para os alunos”.

Agora, o que espera é se tornar um grande médico para fazer a diferença na saúde dos brasileiros, que em muitos lugares sofrem com a precariedade:

“Em certos lugares, é muito negligenciada, nem todos têm acesso a um exame ou uma simples consulta. O mínimo que eu fizer para essas pessoas, além de ser algo gratificante na minha vida, ajudará de forma absurda uma família que está sofrendo”.

Fonte: Guia do Estudante

publicidade