Labrador que foi rejeitado como cão policial recebe promoção e seu novo cargo emociona

Quando se nasce para dar amor, o destino será sempre esse!

Labrador que trabalhava como cão policial recebe promoção e seu novo cargo emociona
Labrador que trabalhava como cão policial recebe promoção e seu novo cargo emociona

Você não vai acreditar na história desse cachorro, é mesmo de se emocionar como tudo acabou acontecendo para que ele pudesse receber um cargo tão especial.

O Dexter é um labrador retriever preto que estava prestes a se tornar um grande cão policial na Inglaterra. Porém, o rumo do seu futuro acabou sendo bem diferente do que esperavam.

Como você pode saber, os cães que são postos a trabalhos policiais passam por uma série de treinamentos para aprender as funções básicas das atividades que irá exercer.

A começar por sua raça, um cão sempre é escolhido por uma série de fatores. E muitos deles, os que são mais comuns para esse cargo, já mostram um grande desempenho nos primeiros momentos em que recebem ensinamentos.

Ainda que o Dexter tenha um faro “bom pra cachorro”, existia uma qualidade que ele possuí que acabou lhe impedindo de tornar de fato um cão policial.

Começando pelos grandes estresses que chegou à mostrar nos primeiros testes para os treinamos, o fato desse labrador ser muito amigável acabou com a grande carreira que poderia ter no departamento.

O treinador de Dexter, policial Mike Sheather, chegou a contar que: “Era como um dos meus velhos relatórios, ele tinha falta de foco, imaturo, problemas de concentração. Na verdade, eles usaram a palavra ‘gregário'”.

Quando foi notado então que o cão era de fato muito amável, era preciso definir novos rumos. Mike disse mais: ““Ele tem um nariz muito bom, só que sua personalidade não se presta a ser um cão de droga. Ele é muito bom com as pessoas. Ele foi retirado porque era muito sociável. ”

 

Foi quando o novo cargo desse amável cão chegou

Ainda que fosse de fato um grande defeito para a função que era pretendido lhe dar, depois de muitas conversas dentro do departamento sobre o que seria feito com o Dexter, surgiu uma resposta.

Algumas pesquisas chegam a comprovar que a presença de um animal fofo em nossa rotina pode mudar por completo o nosso humor. Cá entre nós, todos sabemos disso, não é mesmo?

Então, a resposta para a dúvida sobre onde o Dexter deveria ficar acabou sendo resolvida da melhor maneira. Reconhecendo que os últimos meses estavam ainda mais duros por causa da pandemia, o seu cargo revolucionou o lugar.

Dexter passou a ser o novo “Cão do Bem-estar” da Scotland Yard. Sua função agora é fazer o que ele de fato sabe de melhor, que é ser amigável, sociável e transformador de humor.

Para onde quer que ele seja enviado, a polícia confirma que a transformação dos policiais é certeira. O sucesso está sendo tão positivo que a sua função estará se expandindo para novos locais.

E não temos dúvidas de que está todo mundo amando, principalmente o próprio Dexter, não é mesmo?

publicidade