Mãe e filha cantam para vovô doente e vídeo nos arranca lágrimas

Impossível não se emocionar!

Mãe e filha cantam para vovô doente e vídeo nos arranca lágrimas
Mãe e filha cantam para vovô doente e vídeo nos arranca lágrimas

Uma família se reuniu para fazer uma coisa verdadeiramente linda por seu vovô enfermo. O vídeo que chegaram a fazer desse momento com certeza será inesquecível para eles e para cada pessoa que chegou a assisti-lo.

Uma de suas filhas e uma neta estão a cantar uma linda canção para ele em um entusiasmo bem emocionante, enquanto ele está deitadinho em sua cama a escutar.

Sem poder fazer muita coisa, esse vovô passa a ter uma expressão muito forte em seu rosto, como se estivesse escutando a voz das duas não só com os ouvidos, mas com toda a sua alma.

E a emoção que chega a percorrer o momento é algo que nos toca, mesmo sem sabermos quem são essas pessoas e tudo o que um dia chegaram a viver juntas.

Em dado momento, sua neta que está a cada segundo segurando uma de suas mãos caí em lágrimas, é o momento que nos faz sentir uma imensa gratidão pelos momentos que temos com os nossos avós.

Assista o vídeo a seguir e note como esse senhorzinho está a apreciar cada segundo que se passa desse momento e como a voz de cada pessoa ali lhe toca de uma forma completamente visível.

Um momento que nos toca o peito de forma intensa

“O vovô foi para casa com suas lindas vozes no coração, na alma e na mente. Que melhor maneira de conhecer nosso criador! Meninas, isso foi muito comovente,”  escreveu um internauta sobre esse momento tão lindo.

Esse é um daqueles vídeos que além de ser muito bonito, a atitude que essa família fez para ter um momento bastante especial com esse vovô é algo que passa para nós mais que inspiração.

Mas nos faz sentir uma emoção muito pura sobre os momentos que passamos com os nossos familiares e como eles acabam sendo bem poucos quando eles partes, principalmente os nossos avôs e avós.

As lembranças que nos restam são poucas para ocupar a saudade imensa que sentimos. Nunca é o suficiente e sempre sentimos que poderíamos fazer bem mais do que um dia fomos capazes.

Que possamos aprender a valorizar cada momento como se fossem únicos, porque de fato eles são e sempre causarão em nós uma dor irreparável quando não acontecem.