Marinha dos EUA anuncia a primeira piloto de caça afro-americana!

Marinha dos EUA anuncia a primeira piloto de caça afro-americana!

Mais uma conquista para o mundo!

publicidade

E se falarmos que já completaria mais de 40 anos que uma mulher havia ocupado um posto tão importante pela primeira vez? Nessa última semana, a Marinha dos Estados Unidos chegou a informar que uma pessoa bem mais que especial para todos nós, estaria ocupando um posto super importante.

Em suas redes sociais, chegaram a compartilhar algumas fotos de quem seria a nova piloto de caça. Madeline Swegle é o nome da tenente-coronel que está correndo o mundo, ao nos alegrarmos com uma conquista tão importante em sua carreira!

A primeira vez que uma mulher tinha ocupado o acento como piloto foi a capitã Rosemery Mariner, no ano de 1974, quando chegou a pilotar jatos táticos. E não para por aí! Chegou ainda a comandar um esquadrão operacional de aviação na Marinha dos Estados Unidos.

publicidade

Rosemery acabou se tornando um dois 6 nomes femininos que passaram a ser destaques após uma conquista muito importante a diversidade feminina não só nos EUA, mas para o mundo inteiro. E mais uma vez estamos todos nós com mais uma comemoração cheia de orgulho, ao lado da Madeline Swegle.

As fotos que chegaram a ser publicadas pelas contas oficiais, mostram a piloto com um enorme sorriso em seu rosto, ao acabar de fazer o seu último voo que fazia parte do seu treinamento, em um T-45C Goshawk. Agora, teremos mais um nome em destaque!

Com todo o seu treinamento realizado, Madeline estará recebendo o seu título no final desse mês, em mais específico, dia 31 de julho, na Estação Aérea Naval no estado do Texas, Estados Unidos. Veja a publicação que foi feita em comemoração a essa conquista:

publicidade

Em momento de comemorar, a vice-chefe de informações da Marinha dos Estados Unidos, Paula Dunn também não poderia deixar de falar sobre, não é mesmo? Disse o seguinte: “Muito orgulhoso de LTJG Swegle. Vá em frente e chute a bunda.”

O mundo inteiro agora está aplaudindo de pé essa mulher incrível que está fazendo grandes feitos em sua carreira. Além de ser mulher em um posto diferente, outro ponto que chegaram a destacar é que a adorada Madeline é mulher e afro-americana.

Mas cá entre nós, um ser humano incrível como esse não poderia ficar em outro lugar que não fosse o que ela sonhou, não é mesmo? E com mais um avanço quando falamos em diversidade, essa conquista acaba sendo um ponta pé para muitas  outras, vindo de quem quer que seja e onde quer que queira chegar. 

Não existe limites para se conquistar, não é mesmo? Agora, temos mais uma história repleta de orgulho e inspiração, para levarmos em topos os nossos caminhos. No final do mês, vamos celebrar mais uma conquista que iremos contar após muitas gerações!

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments