Médico abandona próprio carro no trânsito e corre 3 km para fazer cirurgia em paciente

Um verdadeiro herói sem capa!

publicidade

Uma das profissões mais nobres de todas, os médicos são aqueles encarregados de cuidar e salvar vidas. Com uma rotina intensa, eles dividem a sua vida pessoal com o trabalho de garantir uma qualidade de vida melhor para todos os seus pacientes, o que torna alguns verdadeiros heróis sem capas.

Um bom exemplo desses profissionais é o cirurgião especializado em gastroenterologia, Govind Nandakumar, que ao se ver preso em um engarrafamento nas ruas de Bengaluru, na Índia, abandonou seu carro e correu por cerca de 3 quilômetros até o hospital onde um de seus pacientes o aguardava para uma cirurgia de vesícula biliar.

O trafego caótico da cidade de mais de 8 milhões de habitantes é, até mesmo, motivo de piada de acordo com o jornal Times of India, que o classificou como “desencadeador de memes”. Devido às fortes chuvas que caíram na região, um trecho já complicado da estrada na capital do estado de Karnataka ficou parcialmente alagado. Com o trânsito completamente parado, o médico precisou tomar uma decisão.

publicidade

Te interessa?

Eu não queria perder mais tempo esperando o trânsito diminuir, pois meus pacientes não podem fazer suas refeições até que a cirurgia termine. Eu não queria deixá-los esperando por tanto tempo”, Govind explicou ao Times.

Além da pessoa que aguardava pela cirurgia naquela manhã, outros dois pacientes estavam com procedimentos agendados para o final do dia. Ou seja, cada segundo era importante para o médico.

publicidade

E o cirurgião não foi a única vítima do trânsito caótico da sua cidade. De acordo com ele, o tráfego em Bangalore já impediu que alguns pacientes chegassem às salas de emergência do hospital antes.

MISSÃO: SALVAR VIDAS

A corrida intensa de 3 quilômetros deu muito certo! A cirurgia foi realizada e o paciente se recuperou bem, conforme o médico informou ao Times.

E se você está se perguntando de onde Govind tirou fôlego para correr até o hospital a resposta está na sua rotina saudável de exercícios – e, claro, aquele instinto de ajudar os pacientes que alguns médicos têm.

publicidade
O médico precisou correr 3 km para chegar no hospital a tempo da cirurgia.
Créditos: divulgação

Corro todos os dias e, na verdade, antes de ter que fazer isso, fazia academia. Normalmente corro de 3 a 5 quilômetros por dia, mas correr no meio da estrada com sapatos formais não é o ideal”, brincou.

Os corredores de hospitais carregam mais histórias do que muitas bibliotecas, sejam elas com finais felizes ou não tão bons assim. Um final lindo é a história da médica que após vencer leucemia, decidiu salvar vidas no mesmo hospital em que se curou.

Aos 18 anos, Marina Aguiar recebeu o diagnostico de leucemia e enfrentou diversos momentos complicados durante o seu tratamento. Hoje, curada, ela se tornou médica e ajuda a salvar vidas no mesmo hospital no qual precisou ficar internada por tanto tempo. Relembre essa história incrível aqui!

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Fonte: Goodnews Network.

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar