10 motivos para NÃO CONFIAR em uma pessoa impulsiva

Entenda como é arriscado confiar em pessoas impulsivas!

10 motivos para NÃO CONFIAR em uma pessoa impulsiva
10 motivos para NÃO CONFIAR em uma pessoa impulsiva

São frequentes as ocasiões em que as pessoas impulsivas não conseguem evitar seus comportamentos diante situações na sociedade. 

Na verdade, muitas dessas pessoas são geneticamente predispostas a serem impulsivas por natureza, assim como um punhado de doenças mentais, como o transtorno de personalidade e transtorno bipolar, são caracterizadas por comportamentos impulsivos. 

Por isso, você não precisa ter uma doença na cabeça para agir impulsivamente diante das pessoas, porém, se envolver em tais comportamentos pode estar causando mais estragos em sua saúde mental do que você pensava.

Foi pensando nisso que selecionamos 10 motivos para você não confiar em uma pessoa impulsiva e que não tenta controlar o comportamento. Entenda como é perigo para sua reputação deixar essas pessoas descontroladas arruinar seu círculo social.

10 motivos para não confiar em pessoas impulsivas

Confira a seguir uma lista de motivos para você não confiar em pessoas impulsivas. Entenda como o comportamento dessas pessoas podem afetar a qualidade e a segurança da vida que você leva.

1 – Os riscos dos distúrbios

Os fatores de risco para comportamento impulsivo são muito sério e pode até botar a vida das pessoas em perigo. Isso porque qualquer pessoa pode se tornar frequentemente impulsiva em um determinado momento da vida, por outro lado, às vezes pode ser um sinal de um distúrbio subjacente.

não-confiar-pessoais-impulsivas

Veja a seguir alguns tipos de transtornos que podem levar uma pessoa ser impulsiva. As causas exatas desses distúrbios são desconhecidas por muitas pessoas. Eles podem se desenvolver devido a uma combinação de fatores que incluem:

  • A genética;
  • O meio ambiente em que a pessoa está;
  • Condicionamento do cérebro.

São vários outros fatores que podem botar sua vida em risco se andar com pessoas impulsivas e que não têm controle das emoções.

2 – Falta de instabilidade emocional

O comportamento de impulsividade de uma pessoa é uma condição de saúde mental que envolve instabilidade emocional e vários outros sintomas, como, impulsividade, auto-imagem pobre, comportamentos perigosos e auto-mutilação. Isso é perigoso por causa da influência nos jovens.

3 – Bipolaridade

O comportamento bipolar é uma condição de saúde mental de uma pessoa marcada por mudanças extremas de humor, assim como mania de ficar só ou depressão.

4 – Hiperatividade

As Pessoas com Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade podem achar difícil prestar atenção e controlar o comportamento impulsivo. Você sabia disso?

não-confiar-pessoais-impulsivas

Por outro lado, o comportamento de impulsividade pode contribuir para o desenvolvimento de outros transtornos por uso de substâncias. Além que pode não ser possível determinar o que veio primeiro por muitos profissionais de saúde.

5 – Antissocial

O transtorno da personalidade anti-social e os problemas de impulsividade envolve comportamento impulsivo e manipulador também. É por causa dessas coisas que muitos jovens hoje estão perdendo as amizades e, infelizmente, tirando suas próprias vidas.

6 – Temperamento explosivo

No transtorno explosivo intermitente, assim como também os comportamentos de impulsividade, uma pessoa experimenta episódios frequentes de comportamento impulsivo ou agressivo, o que pode botar em risco a vida de muitas pessoas.

7 – Pessoas impulsivas geralmente sofrem de transtornos incomuns por muitos

Você sabe o que é piromania? A piromania é um raro distúrbio de saúde mental que muitas pessoas impulsivas sofrem, pois é um tipo de distúrbio do controle do impulso no qual elas não conseguem controlar o impulso de atear fogo nas coisas.

Além da piromania, muitas delas sofrem de tricotilomania que é uma condição rara, pois, envolve um forte desejo de arrancar seu próprio cabelo. Você sabia?

Este comportamento é um tipo de transtorno obsessivo-compulsivo, embora tenha sido anteriormente classificado como um transtorno de controle dos impulsos.

não-confiar-pessoais-impulsivas

São esses e vários outros transtornos que classificam pessoas impulsivas, com graus de comportamentos altos, perigosas para se conviver. Se você conhece alguém que sofre com esses tipos de transtornos e perceber que elas são impulsivas, procure ajudá-las.

8 – Roubar

Quando uma pessoa não consegue resistir ao impulso de roubar alguma coisa de outra pessoa e sente uma sensação de alívio ao fazer isso, embora possa nem mesmo ficar com o que roubou é um comportamento de pessoas impulsivas.

Além disso, elas gostam e desejam de provocar incêndios ou a obsessão por provocar incêndios. Muitas pessoas não sabem, mas isso é bem comum em pessoas impulsivas com o estágio bem avançado.

Embora várias pessoas façam uma pequena aposta de aperto de mão aqui e ali ou joguem ocasionalmente no trabalho, as pessoas impulsivas com esse distúrbio podem ser apanhadas a ponto de afetar seu emprego ou relacionamentos e o estresse afetar sua saúde.

9 – Falta de atenção

Alguns exemplos de impulsividade incluem interromper outras pessoas que estão falando com outras pessoas, elas ficam gritando em respostas a perguntas ou tendo problemas em esperar sua vez na fila para falar com alguém.

Além disso, pessoas impulsivas sofrem de transtorno bipolar. Esse distúrbio na cabeça afeta humor, o nível de energia e capacidade de realizar as atividades do dia-a-dia de uma pessoa comum. 

não-confiar-pessoais-impulsivas

Com isso, a impulsividade pode aparecer em comportamentos como hábitos extremos de consumo ou abuso de substâncias.

Elas também sofrem com transtornos da personalidade anti-social, você sabia disso? Com esses transtornos, ela presta pouca ou nenhuma atenção ao certo e ao errado e tende a tratar mal as pessoas sem pensar nas consequências. 

Esse comportamento impulsivo associado a pessoas assim pode incluir abuso de substâncias ou outras ações prejudiciais e dificuldades nos relacionamentos pessoais com amigos e familiares.

10 – Falta de controle dos impulsos

Esses distúrbios são menos comuns em pessoas com os níveis baixos de impulsividade. Mas as pessoas que os praticam agem com base no desejo de fazer coisas que os prejudicam ou a outras pessoas.

Além disso, não são aceitáveis ​​socialmente ou são contra qualquer tipo de regra imposta por outras pessoas. Isso porque elas podem assumir muitas formas diferentes.

Para pessoas sem paciência e que não têm controle das emoções, essa é a tendência de perder a paciência com frequência com outras, geralmente em explosões curtas. Mesmo o menor dos problemas pode desencadear isso.

É por causa dessas coisas que é desvantajoso alguém andas com pessoas desse tipo. 

Você gostou de saber mais sobre como as pessoas impulsivas para acabar com sua reputação diante das outras pessoas? Então não perca mais tempo e compartilhe com os seu amigos e familiares. Aproveite!

Veja mais ›
Fechar