Nota de R$ 200: por que tanta repercussão e qual o real motivo da sua criação?
Nota de R$ 200: por que tanta repercussão e qual o real motivo da sua criação?

Nota de R$ 200: por que tanta repercussão e qual o real motivo da sua criação?

Entenda o real motivo do Banco Central do Brasil lançar uma nota de R$ 200!

publicidade

O lançamento da nota de Duzentos Reais anunciado pelo Banco Central acabou gerando grande repercussão entre nós brasileiros. 

Desde críticas, como a facilidade de lavagem de dinheiro, até memes de internet com imagens de como deveria ser a nova cédula de duzentos reais.

Entenda a seguir o real motivo de tanta repercussão e qual o verdadeiro motivo da criação de uma nova cédula.

publicidade

Por que tanto alarde com o anúncio da nova nota?

Para o economista e professor da Universidade Federal do ABC, Fábio Terra, parte da explicação desse alarde da população brasileira está na surpresa, já que não havia notícias de que o Banco Central estudava lançar uma nova nota. 

Além disso, Fábio Terra ainda diz que essa surpresa da população brasileira é explicada pelo “efeito psicológico” que a nova nota pode ter em um país que viveu um grande período de inflação alta. 

Pois, desde meados dos anos 80 e 90, quando o Plano Real conseguiu finalmente controlar o processo inflacionário, assim, estabilizando a moeda. 

Por isso, essa nova nota com valor muito alto pode trazer para a memória dos brasileiros o susto de que o dinheiro está perdendo o valor. 

publicidade

nova-nota-200-reais

Já para a política monetária, a expectativa é muito importante. Porém, para os economistas, o Brasil está bem longe de voltar a ver inflação alta. 

Com a economia em diminuição do volume de negócios na bolsa de valores, a expectativa é que a inflação fique abaixo dos 2%.

Para o economista Fábio Terra, o anúncio do lançamento da nova nota num momento em que o Brasil enfrenta o covid-19 pode dar a sensação de que talvez as prioridades não sejam tão prioritárias. 

Por isso, será a primeira vez, em dezoito anos, que o real ganhará uma cédula de novo lavor. Assim que lançada, ela se juntará aos outros valores de cédulas hoje em circulação, são elas:

publicidade
  • R$ 2;
  • R$ 5;
  • R$ 10;
  • R$ 20;
  • R$ 50;
  • R$ 100.

Por que o Banco do Brasil decidiu criar uma nova nota?

A explicação do Banco Central sobre o verdadeiro motivo em lançar a nova cédula está nos efeitos da pandemia, pois a cédula começará a circular no fim de Agosto.

Além disso, os detalhes da imagem da cédula ainda não foram revelados, pois o processo está em fase final de testes.

nova-nota-200-reais

Ainda em relação ao lançamento, o Banco Central disse que a decisão da criação da nova cédula foi tomada para atender ao aumento da demanda por dinheiro em espécie durante a pandemia.

Segundo o Banco do Brasil, em março deste ano, a quantidade de dinheiro vivo com a população era de aproximadamente duzentos e dezesseis bilhões de reais. Porém, essa quantidade começou a subir rapidamente e hoje está em duzentos e setenta e sete bilhões de reais. 

Por que a alta demanda por dinheiro vivo?

Um dos reais motivos para a grande demanda por cédulas é o chamado “entesouramento”, que é o dinheiro em cédula guardado em casa – pode acreditar!

Não só o Banco Central daqui do Brasil, mas outros bancos centrais de outros países, observaram o entesouramento desde que a pandemia e o isolamento social começou. 

Esse fenômeno de entesouramento não é típico aqui no Brasil, pois, em momentos de incertezas, a população tende a fazer saques e acumular reservas em casa. 

Por isso, o dinheiro em tempos de incertezas é sinal de segurança e estabilidade

A previsão do Banco Central aqui no Brasil é que, ao longo do ano, entrem em circulação quatrocentos e cinquenta milhões de unidades da nova cédula de duzentos reais. 

nova-nota-200-reais

Para o governo brasileiro, a medida não tem impacto na base monetária do país, isso significa que não será um “dinheiro a mais” em circulação

É como se, em vez de colocar duas notas de cem reais em circulação, o Banco substituísse por uma de duzentos reais. 

A nova nota de R$ 200 e a dificuldade com o troco

Para o Banco do Brasil, a criação de uma cédula maior facilita a logística de distribuição de dinheiro. 

Com isso, menos notas precisam ser carregadas, pois é difícil a distribuição de moeda em um país tão grande quando o Brasil. Um ponto negativo dessa nova cédula é o troco que ela vai exigir.

Como por exemplo, para quem recebe o auxílio emergencial do governo, em vez de sacar seis notas de cem reais, o saque será de três notas de duzentos reais. 

Já as pessoas que pegarem as notas de duzentos reais vão fazer transações de baixo valor, o que vai exigir grande volume de notas bem menores para dar troco. 

Quando foi anunciado a criação da nova cédula, um dos primeiros questionamentos que surgiram foi: isso não vai contra um movimento mundial de ampliar a quantidade de transações por meio digital?

Embora em outros países, a circulação de dinheiro esteja diminuindo e muitos estabelecimentos não aceitam mais dinheiro vivo, o Banco Central aqui no Brasil, afirma que pagamento em espécie ainda é o meio mais frequente entre brasileiros. 

Para os economistas, o uso maior de dinheiro em espécie é uma consequência da grande desigualdade no Brasil, o que torna mais difícil o crescimento no uso de meios digitais de pagamento.

nova-nota-200-reais

Um exemplo disso é a nota de 500 euros, que era uma das cédulas de maior valor no mundo, porém, já deixou de ser produzida. 

E as malas de dinheiro?

Uma outra crítica à decisão anunciada pelo Banco Central para criação de uma nova cédula foi que isso facilitaria crimes como a lavagem de dinheiro. 

Em resposta a essa crítica, o Banco Central respondeu:

“O Brasil tem um ‘arcabouço contra lavagem de dinheiro extremamente elevado’ e que isso ‘não depende’ do valor das cédulas.”

Para alguns economistas, essa crítica trata-se de uma “crítica irônica“, pois se a pessoa que faz o ilegal vai tentar lavar dinheiro de toda forma. O que você acha disso?

Lobo-guará, os memes e a nota de R$ 200

A internet não perdoou esse anúncio do Banco Central em relação a nova cédula de R$ 200. 

Diferente dos que temiam a grande inflação, algumas brincadeiras nas redes sociais foram no sentido de se questionar se teriam acesso a uma nota tão alta.

nova-nota-200-reais

Já outras pessoas, faziam referência ao visual da nova nota, como a sugestão de animal: o doguinho caramelo.

O Banco Central explicou que a escolha do lobo-guará foi feita com base em uma pesquisa de em 2001 para escolha de animais para novas cédulas. 

Além disso, os dois animais mais votados foram a tartaruga marinha e mico-leão-dourado, porém, já foram utilizados para nas cédulas de R$ 2 e de R$ 20. O terceiro foi o lobo-guará.

Um fato curioso é que o loboguará já apareceu em moeda brasileira. Entre dezembro de 1993 e setembro de 1994, estampava a moeda de 100 Cruzeiros Reais. Você lembra?

Você gostou dessa decisão do Banco do Brasil em relação a criação de uma nova cédula? Conte para nós nos comentários o que você acha dessa nova nota, ficaremos felizes em saber.