Policiais ajudam motorista com escolta e mulher dá à luz dentro do carro

No final das contas, deu tudo certo!

Policiais ajudam motorista com escolta e mulher dá à luz dentro do carro
Policiais ajudam motorista com escolta e mulher dá à luz dentro do carro

Quando os bebês decidem nascer, não importa onde as mamãe precisem estar. O momento é deles e eles querem vir ao mundo quando bem querem, não é mesmo?

E foi exatamente isso que aconteceu com a advogada Mariana Costa, que ao se dirigir para uma maternidade no Setor Bueno, em Goiânia, acabou tendo seu bebê de frente ao local porque não pôde mais esperar.

O mais incrível no meio disso tudo, é que ela só demorou 4 minutos para chegar ao local e mesmo assim não deu tempo. Será que o pequeno Benício estava com pressa?

De acordo com Mariana, isso só foi possível porque uma viatura da Polícia Militar chegou a fazer a escolta do seu veículo e lhe ajudou com os carros que estavam no meio do caminho.

Ainda falando sobre o momento, a advogada chegou a dizer que tinha certeza de que teria o seu bebê no trânsito, ainda longe da maternidade, se não fosse a ajuda deles.

Policiais ajudam motorista com escolta e mulher dá à luz dentro do carro

Quando se recorda do momento, claro, as emoções batem forte: “Está tudo bem, graças a Deus, está tudo certo com nós dois, mas foi emocionante, porque não foram nem três horas de trabalho de parto. Oito minutos de expulsivo. Não deu tempo de sair de dentro do carro. Teve que ser na porta da maternidade, mesmo, dentro do carro”.

E tudo aconteceu bem rápido! Depois que uma enfermeira chegou em sua casa no começo da tarde, informou para a mamãe que ela estava com 2 centímetros de dilatação.

Quando chegou no final da tarde, por volta das 18h, Mariana não estava aguentando mais as dores da contração e se dirigiu até a maternidade. Só não esperava que tudo acontecesse assim, tão depressa!

Policiais ajudam motorista com escolta e mulher dá à luz dentro do carro

Podemos dizer que foi no momento certo!

Tem momento mais especial que este? Ao contar do momento, a advogada esclarece que nada saiu como esperava, mas não deixou de ser lindo:

“Estava eu, meu marido, a doula e uma enfermeira obstétrica em casa, e eu falei: ‘Vamos para a maternidade, porque se não, não vai dar tempo de chegar’. E foi só o tempo de eu levantar e eu já senti ele saindo. Eu consegui só chegar no elevador, dei cinco passos até o carro e a bolsa já estourou. Eu falei: ‘Meu Deus, ele vai nascer na garagem’”

No final das conta, tudo aconteceu da maneira que deveria acontecer. Com mamãe e bebê bem, não poderíamos deixar de ficarmos felizes juntos. E Mariana diz mais:

“Meu marido manteve a calma, graças a Deus, e a gente conseguiu encontrar com essa viatura da Polícia Militar, que foi bloqueando os cruzamentos para que a gente conseguisse chegar na maternidade em quatro minutos. Se demorasse mais um minuto, ele tinha nascido no trânsito mesmo, não ia dar tempo de chegar nem na porta da maternidade”.

Fonte: G1