Restaurante faz convite especial para garis que foram impedidos de almoçar em outro estabelecimento
Restaurante faz convite especial para garis que foram impedidos de almoçar em outro estabelecimento

Restaurante faz convite especial para garis que foram impedidos de almoçar em outro estabelecimento

Uma ação bondosa cobre tudo!

publicidade

Os dias estão cada vez mais complicados! Estamos falando de uma situação que pode ser completamente inaceitável de se acontecer, mas nessa última semana, as notícias do caso que aconteceu acabou repercutindo em toda a internet e o que não falta, são internautas indignados com isso. 

Na semana passada, três pessoas que trabalham com limpeza acabaram sendo impedidos de almoçar em um restaurante na cidade de Brasília, DF.

Tirando o momento de almoço para se alimentarem, os garis Jackson Gabriel Dias Ribeiro e Cláudia Gomes Batista ao lado da amiga que trabalha como serviços gerais, a Maria Fátima Dias, foram barrados em um restaurante.

publicidade

O três funcionários da SLU foram até um restaurante localizado na quadra 312 Sul, apenas para almoçar no local. Assim que fizeram os seus pedidos, acabaram tendo uma notícia super chocante de uma das funcionárias que trabalha no estabelecimento.

Falando que eles não poderiam ficar, disseram que isso não seria possível, porque poderia chegar a constranger demais possíveis clientes que poderiam chegar ao local. Um tremendo absurdo!

Contando sobre o que aconteceu, a dona Fátima disse detalhou ao contar que: “Eu comprei três marmitas e um refrigerante. Perguntei: ‘Posso sentar aqui’? A mulher informou que não, pois, se outros clientes que fossem comprar vissem a gente sentado não iriam querer sentar lá, algo assim que ela quis falar”.

Coisas boas sempre acontecem!

Ao saber do que aconteceu, Thiago Dutra Vilela, um dos fundadores da Faz Bem Casa Vegana, chegou a ficar chocado com o ocorrido e decidiu fazer algo diferente para aquelas pessoas que supostamente para “evitar constrangimentos”, foram constrangidas e machucadas.

publicidade

“Quando vi que era do lado da Faz Bem, percebi que podia fazer alguma coisa real para demonstrar solidariedade a essas pessoas”, contou Thiago sobre a situação inaceitável que acabou acontecendo.

Assim como nós, esse rapaz que mesmo sem ter passado por uma situação tão delicada que esses três amigos chegaram a passar, reconheceu o quanto deve ter sido triste ouvir palavras como as que chegaram a receber, apenas comprar e pagar por um almoço.

De acordo com o rapaz, chegaram até a reconhecer que as moças, que mesmo sem ser vegana, já havia frequentado a unidade da Asa Norte. Aproveitando então o momento, não perderam tempo e convidaram aqueles amigos a se fazerem presente. Uma atitude super colhedora!

Estando completamente indignado com a situação, Thiago falou ainda: “É um problema que eu vejo também acontecendo com entregadores de aplicativo, né? Às vezes o trabalhador presta um serviço para o restaurante e não deixam nem ele usar o banheiro.”

Mesmo existindo essa situação, aproveitamos tudo isso para ficarmos alegres ao saber que existem pessoas acolhedoras, que estão dispostas a fazerem o bem, sem olhar quem o receba!

publicidade

Fonte: Metrópole