Vovó de 75 anos vence coronavírus após 136 dias internada e recebe festas!
Vovó de 75 anos vence coronavírus após 136 dias internada e recebe festas!

Vovó de 75 anos vence coronavírus após 136 dias internada e recebe festas!

Dona Nara enfrentou uma luta incansável para derrotar a Covid-19 e agora comemoramos ao seu lado!

publicidade

Uma idosa de 75 anos passou 136 dias – mais de quatro meses! – internada em um hospital de Jaboatão dos Guararapes, no litoral pernambucano, numa luta incansável para derrotar a Covid-19, na qual havia sido diagnosticada em maio.

Dona Nara Josefa conta que ficou três semanas inteiras entubada, em coma, e outros três meses deitada em um leito de hospital sem praticamente sair do lugar. Não foi fácil, mas a idosa venceu o coronavírus.

Para comemorar a raça e força de vontade da pernambucana, a equipe médica que cuidou dela durante todo esse tempo decidiu fazer uma festinha logo após ela receber alta hospitalar. Logo depois, a idosa ganhou outra festa!

publicidade

Assim que deixou o leito que a abrigou por meses, Dona Nara foi recebida com balões verdes no corredor da instituição e muitos aplausos de médicos e enfermeiros do Hospital São Marcos, em Recife (PE).

Após a comemoração, chegando em casa, outra surpresa! Amigos e familiares dela esperavam por ela com muito amor e carinho, a postos para abraçá-la e fazer coro, chamando-a de vencedora. Incrível, não é mesmo?

Do diagnóstico à UTI

A pernambucana de Recife foi internada no dia 13 de maio, poucos dias após receber o diagnóstico da Covid-19.

A doença progrediu rapidamente: Dona Nara ficou em estado grave e precisou ser entubada.

publicidade

De acordo com Simone, filha da idosa, a preocupação com a saúde da mãe era constante, uma vez que ela tem histórico de hipertensão e Chikungunya. Em outras palavras, Nara tinha comorbidades sérias que poderiam comprometer ainda mais seu quadro clínico.

Felizmente, tudo deu certo no final… A idosa recebeu alta hospital no último sábado (26).

“Venci a doença”

As vezes sentia vontade de desistir…. mas eu pensava muito nos meus quatro filhos, no meu esposo – com quem sou casada há 46 anos – nos meus netos e isso me fazia querer viver, ficar boa e sair dali”, disse dona Nara ao portal SNB.

Guerreira que só ela, a idosa exaltou sua força de vontade em lutar pela própria vida. “Eu disse a mim mesma: Não vou perder pra essa doença. E eu venci!”, disse ela, chorando.

publicidade

Por conta dos meses em que esteve internada, Dona Nara vai precisar passar por algumas sessões de fisioterapia em casa para recuperar e fortalecer sua musculatura.

Coronavírus afeta idosos com mais afinco

De acordo com o Ministério da Saúde, quanto mais avançada a idade de um paciente com Covid-19, maiores são as chances concretas da doença se agravar e levar o indivíduo à morte. Por isso o cuidado dobrado!

Pessoas de 60 a 70 anos têm 0,4% de probabilidade de vir à óbito. O número sobe para 1,3% para indivíduos com 70 a 80 anos e 3,6% para pessoas com mais de 80 anos.

Na Itália, um dos países europeus mais atingidos pela pandemia, 8 em cada 10 pacientes que morreram tinha mais de 60 anos.

Vamos cuidar dos nossos idosos!

Fonte: Só Notícia Boa

Compartilhe o post com seus amigos! 😉