"A adoção foi algo surpreendente para mim", conta garoto que foi adotado após 13 anos em abrigos

“A adoção foi algo surpreendente para mim”, conta garoto que foi adotado após 13 anos em abrigos

Essa é a importância de nunca abandonar as esperanças!

publicidade

O processo de adoção é sempre muito delicado e precisa ser feito por procedimentos que podem demorar mais tempo do que imaginamos. E geralmente, as crianças mais novas sempre são adotadas primeiro, deixando então, adoção de crianças mais velhas mais difíceis. Mas não pense que isso não ocorre!

Antonio Jucier da Silva Filho chegou por um tempo, ter perdido as esperanças de ser adotado por uma família e sair do abrigo em que estava vivendo. Mas como toda boa história de pessoas incríveis, sempre existe uma revira-volta que nos emociona ao dar mais uma chance em ser mais feliz.

O jovem chegou a passar exatamente 13 anos vivendo em um lar adotivo. Abandonado ao lado do seu irmão e mais duas irmãs, aos poucos foi se separando da família, quando sua irmã que ainda bebê foi adotada, sua outra irmã transferida para um abrigo diferente e mais à frente, acabou se separando do seu irmão pelo mesmo motivo.

publicidade

Estando dessa vez sozinho e com a idade avançando, o tempo parecia ficar mais difícil para Antonio. Como passar dos anos, conheceu um casal que sempre o levava para passar os finais de semana junto com eles.

Mas o empecilho acabou acontecendo, quando o casal precisou sair do Brasil. Contou o jovem: “esse casal precisou mudar de país e, como não tinham minha guarda ainda, não conseguiram me levar junto com eles, porque esse processo é demorado”.

adolescente-é-adotado

Porém, o que parecia ser uma má notícia, acabou sendo a chance do Antônio encontrar o seu verdadeiro lar. Graças a este casal, chegou a conhecer a família que seria responsável pela sua adoção. “Eu acabei me aproximando dessa minha família atual. Minha mãe tinha três filhas que sempre choravam quando eu tinha que voltar para o abrigo. Elas já até me apresentavam como irmão. Fomos criando um carinho e ela resolveu me adotar”.

publicidade

E tudo começou a ser bem mais fácil! Na idade que já estava e conhecendo como ocorrem os procedimentos de adoção nesses locais em que abrigam crianças e adolescentes, sabe bem que, quanto mais velho fosse, mais difícil seria para ser adotado.

Com muitas coisas passando pela cabeça do jovem, não esperava que algo incrível pudesse acontecer. Mesmo criando muitos laços com as pessoas que frequentavam o local e até trabalhavam por lá, tinha muito medo de suas relações não irem mais além que isso.

Assim que chegou a saber que agora teria um lar, mesmo já conhecendo todas as pessoas e tendo uma rotina mais simples de ser mudada, Antônio declarou com muita emoção que agora sabia o que era ter a segurança ao lado de uma família verdadeira.

Uma linda história que chega sem impossível de não se alegrar. Hoje, aos 21 anos, esse jovem reflete a verdadeira importância da fé e esperança!

Fonte: G1

publicidade