Banco Central dá resposta inusitada sobre petição de vira-lata caramelo em cédula de R$ 200
Banco Central dá resposta inusitada sobre petição de vira-lata caramelo em cédula de R$ 200

Banco Central dá resposta inusitada sobre petição de vira-lata caramelo em cédula de R$ 200

Será que estamos quase lá?

publicidade

Estamos falando de uma espécie de cachorro vira-lata que com muita certeza você já chegou a conhecer um desses. O cãozinho mais amado do Brasil, se tornou o caramelo, o mais querido, mais dócil e mais cheio de graças. O principal motivo para se ter uma petição a favor de seu rostinho na nova cédula, é justamente por isso. 

Acontece que, onde quer que você esteja ou vá, você encontra em breve um caramelo. E foi pensando em fazer uma linda homenagem para esses animais pelos quais são responsáveis por animar todo um bairro, que um Deputado Federal de Minas Gerais, o Fred Costa, resolveu pedir algo.

Usando um site onde é possível reunir assinaturas de brasileiros de todos os estados, o também protetor de animais criou uma petição online, para que nas notas de R$ 200 que o Banco Central irá criar, possa ter a imagem desse animal tyão brincalhão.

publicidade

Porém, o motivo de querer que o caramelo esteja presente nas maior nota que teremos, não é só pelo fato de termos sempre um dessa espécie por perto, mas também possui uma outra motivação, pela qual devemos concordar, que é bem nobre fazer um pedido como esse.

A outra intenção por trás do cachorrinho nas notas, também é de conscientizar o Brasil por completo, sobre o verdadeiro cuidado que uma pessoa precisa ter com os animais, principalmente aqueles que não possuem donos. Infelizmente, reconhecemos que é preciso fazer algo para conscientizar ainda mais.

Ter essa ideia, propaga a necessidade de termos uma valorização ainda maior na sobre a vida desses seres em relação a adoção de animais e a indispensabilidade de acabar de uma vez por todas, com qualquer tipo de atitude para com um animal, que seja relacionada aos maus-tratos.

Após gerar tanta repercussão com uma ideia bem fora do comum, o que não falta são brasileiros animais que estão se identificando com essa afabilidade em comum. Até então, a petição que precisa reunir 75.000 assinaturas, já conta com mais de 73.000, chegando bem perto do número necessário.

publicidade

A resposta do Banco Central

Por causa de tanta gente unida por essa causa, o Banco Central precisou dar uma resposta sobre o que estava de fato acontecendo. Com gente participando, em declaração aos sites Uol e Jornal Extra, a diretora administrativa do BC, Carolina de Assis Barros, deu uma posição!

Ainda que não tenha sido de fato confirmado, Carolina chegou a revelar que essa serão será sim levada em conta e que a petição feita passará ter a sua possibilidade analisada, em outras palavras, disse: “estuda uma ação relacionada ao animal de forma que envolva o combate aos maus-tratos”.

E agora, mais do que nunca, o que não falta são pessoas ansiosas pela resposta final. Veja a petição clicando aqui!