Cãozinho supera ansiedade causada por trauma após ganhar um novo amigo
Cãozinho supera ansiedade causada por trauma após ganhar um novo amigo

Cãozinho supera ansiedade causada por trauma após ganhar um novo amigo

O poder da amizade é algo sem medida, em qualquer situação!

publicidade

A presença de um animal em nossas vidas pode ser algo de fato bem impactante. São eles que nos trazem as mais doces alegrias, os momentos mais divertidos e claro, nos tiram da maiores prisões psicológicas que podemos enfrentar, só por serem quem são.

Essa história é uma verdadeira prova de que o companheirismo que existe nos cachorros é algo que já são deles, que todo amiguinho de quatro patas possuem, só por serem quem são. 

A relação de Arnold e Frank nos conta uma história cheia de emoções, que pode ser capaz de nos deixar ainda mais emocionados. A verdade é que, quando um mais precisou, o outro se fez presente.

publicidade

Quando Arnold era bem pequeno, acabou passando por uma situação bem traumatizante. Da raça Weimaraner, ainda que sejam conhecidos por serem de porte grandes – em sua maioria-, ele acabou se deparando com um pastor alemão que o feriu quando ainda era filhote.

A coisa foi tão séria, que isso se tornou um grande trauma que o cãozinho passou a carregar ao longo dos anos. De acordo com a sua dona, Carolyn Manalis de Perth, na Austrália, a coisa foi bem séria. O seu comportamento mudou por completo.

Se tornando cada vez mais distante, Arnold passou a se sentir ainda mais aflito quando ficava sozinho e ficava super nervoso e assustado no meio de outros cães ou muito barulho. A ansiedade acabou crescendo na vida daquele animalzinho.

publicidade

Quando o grande acaso trouxe um novo amigo

Passando um tempo, Carolyn acabou decidindo adotar um cãozinho de um amigo, o pequeno Frank. E quando falamos pequeno, é literalmente mesmo!

Um amigável e super dócil salsichinha acabou entrando na vida dos dois. Mas o que Arnold não esperava, era que aquele novo amigo era a resposta para os seus problemas.

Conforme o tempo foi passando, foi nascendo um verdadeiro laço de amizade entre os dois cães. A coisa ficou tão intensa – mesmo sabendo nós que seria inevitável -, que rapidamente o comportamento daquele cachorrinho medroso mudou.

View this post on Instagram

Such a ruff day 😴

A post shared by @ arnoldandfrank on

publicidade

 Ele encontrou um novo amor! Com muito carinho, Carolyn fala que a coisa toda ficou bem intensa, eles simplesmente se uniram como se um fizesse parte do outro. E disse mais:

“Eles são tão conectados e amorosos e apoiam um ao outro. Se um chora, o outro chega em meio segundo para verificar se está tudo bem. Seu amor é incondicional, independentemente do seu tamanho ou raça”.

Ainda que sejam diferentes em tamanho, peso, raça e idade, o amor dos dois se encaixam perfeitamente!

“Frank ajudou Arnold a recuperar sua confiança para ser capaz de brincar e lutar enquanto aprendia que isso nem sempre significa que ele vai se machucar ou ser atacado. Ter um amiguinho para brincar tem sido a terapia perfeita para o Arnold se curar”.

Temos dúvidas de que os animais possuem os sentimentos mais puros?