Família decide procurar por gata e quando a encontram descobrem o seu MAIOR SEGREDO

Confusão mais deliciosa que essa? Desconhecemos!

O que era para ser apenas mais um ia normal para essa família, acabou sendo uma descoberta tão incrível que nem mesmo eles souberam como reagir.

Mas que amamos essa história, amamos de verdade, e por mais incomum que aparente ser, esses acontecimentos são mais reais – e claramente engraçados – do que podemos imaginar.

Maia é uma gatinha super dócil, que já está com a família faz algum tempo. Super brincalhona, adora dar umas escapadas vezes ou outras e trazer os brinquedos mais peculiares para a sua família.

E sabemos que a intenção mesmo da gata, é passear para fazer amigos e claro, se divertir com as grandes surpresas que faz para toda a sua família, principalmente para Morán, sua dona.

Até que certo dia, Maia acabou levando essa história de surpresa bem a sério. Gostando de ficar sempre pelo quintal da casa em que vive, certa vez, a porta estava aberta.

O que Maia fez? Decidiu aproveitar o dia lindo que estava lá fora e saiu para brincar. Procurando pela gata, o pai da Morán acabou lhe encontrando por lá. Foi quando ela entrou e se aquetou próximo a ele.

Foi então que a descoberta da surpresa aconteceu. A mãe de Morán já havia visto que a gatinha estava super aninhada com o seu marido na sala, mas quando subiu para o seu quarto, encontrou Maia ali também.

 

Seria então Maia uma gata mágica? Que pudesse estar em dois lugares? Rapidamente, a mãe de Morán desceu para acabar de vez com as dúvidas que lhe estavam afligindo. 

Para a sua surpresa, ela estava vendo Maia mais uma vez em dois lugares. Foi quando a certeza de que haviam dois gatos iguais dentro da casa acabou sendo descoberta.

O fato mais engraçado ao descobrir sobre os dois gatos iguais

Pensa que essa situação acabou sendo a mais engraçada? Não foi mesmo! O melhor não foi descobrir que haviam dois gatos iguais interagindo na mesma casa, quando todo mundo pensava ser apenas uma gata, a da família.

Mas sim o fato do novo gatinho se sentir completamente à vontade, como se já estivesse em sua casa, com as pessoas que poderia chamar e definir como família.

Em outras palavras, surge o verdadeiro questionamento: à quanto tempo o gatinho estaria vivendo por ali? Já que era igual a Maia, com certeza esse é um questionamento sem respostas que só trará graça para todos.

Depois de ser levado ao veterinário e de ter procurado por um dono que supostamente poderia o ter perdido, a doce convivência com a Maia e o sentimento de um ser bem folgado como se estivesse em sua casa, foram motivos para a adoção.

Chamado de Jay, os dois gatos iguais agora possuem coleiras distintas para conseguir identificar quem é quem. Hilário, não?

Fonte: The Dodo

publicidade