Homem salva criança de atropelamento em questão de segundos

Que alívio!

Homem salva criança de atropelamento em questão de segundos
Homem salva criança de atropelamento em questão de segundos

Ainda neste último sábado, um rapaz chegou a passar por um momento que jamais esquecerá e que com certeza servirá de lição para muita gente.

Genaldo Borges estava de frente a uma churrascaria que fica na Avenida Júlio Filizola, na cidade de São Benedito, no interior do Ceará.

O comerciante estava conversando com um amigo quando foi surpreendido por um garotinho que acabou correndo em direção a pista, onde logo em seguida vi um carro no exato momento.

Te interessa?

As imagens acabaram sendo feitas por uma câmera de segurança do estabelecimento em que o Genaldo estava com a sua moto estacionada bem de frente.

É possível ver que antes dele chegar onde estava, o garotinho que aparenta ter cerca de 3 anos passa sozinho como se seguisse um cachorro que estava mais a sua frente.

Logo em seguida, o comerciante para perto da sua moto e a cena toda acontece em questões de segundos. Quando chegou a falar sobre o momento, não pode negar a surpresa que sentiu:

“Eu estava batendo um papo, na maior normalidade, fui amarrar uma liga na mota e meu cunhado gritou ‘Olha a criança!’. Foi quando ouvi o carro buzinando e corri num impulso”, disse ele ao portal do G1.

Agindo como qualquer pai faria, o rapaz não conseguiu mas soltar o braço do garotinho e ficou a esperar uma mulher que estava mais por perto se aproximar e pegá-lo com segurança:

Segurei a mão da criança, só soltei quando foi na mão da avó. Depois eu fiquei nervoso, parado por mais de um minuto, eu estava com as pernas tremendo, não conseguia nem andar“.

Homem salva criança de atropelamento em questão de segundos
Homem salva criança de atropelamento em questão de segundos

Um cuidado que os pais sempre redobram

Não podemos negar que precisamos ter um cuidado redobrado com as nossas crianças, pois diferente de nós adultos, nem sempre elas conseguem entender que há certos perigos ao seu redor.

O comerciante que segurou o braço do garotinho em uma situação super repentina, chegou dizer ainda que não pode faltar isso em nenhum momento justamente por ser um pai.

Senti como se fosse minha criança, poderia ter sido o meu filho. A gente sente como se fosse da gente”, disse ele sobre o medo que teve em um quase acidente.

Assim como sabemos que ele jamais esquecerá desse momento, ficamos super felizes em saber que nada de ruim aconteceu com o garotinho. Mas não podemos negar que isso é uma lição para qualquer pessoa que tenha uma criança por perto, não é mesmo?

Fonte: G1

Veja mais ›
Fechar