VITÓRIA! Hospital referência em Covid dá alta ao último paciente

Renascimento!

VITÓRIA! Hospital referência em Covid dá alta ao último paciente
VITÓRIA! Hospital referência em Covid dá alta ao último paciente

Foi liberado de um hospital municipal de referência em COVID-19 na zona norte da cidade do Rio de Janeiro seu último paciente. 

Quase dois anos após o início da pandemia, o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla liberou o senhor Adelino Gomes Silva Filho, de 70 anos e morador da Ilha do Governador.  

O idoso é pai de 29 filhos e é, para a sua alegria e da população brasileira que aguarda ansiosamente o fim da pandemia, o último paciente de COVID-19 daquela unidade médica. Internado há dois meses, ele contava as horas para ser liberado e comemora:

Te interessa?

Quase cheguei morto, consegui sobreviver, e estou indo embora. Daqui a pouco eu estou em casa (…) Agora vou encontrar meus filhos e seguir meu caminho, disse.

Imagem: Henrique Coelho/g1

O homem lembra de sua jornada dura na luta contra a doença que já vitimou mais de meio milhão de pessoas no Brasil e destaca sua gratidão aos médicos e a Deus:

“Todos estavam do meu lado, senão eu tinha morrido (…) O momento mais difícil foi o início. No início eu estava pirado. Os médicos tiveram muita paciência comigo. Agradeço de todo coração a eles, que dê tudo certo para eles. Eles foram muito legais comigo. Eu já era para ter partido para outro caminho, mas papai do céu não deixou, nem eles, disse o paciente com uma lista dos profissionais de saúde que o atenderam.

Evento público

A liberação do último paciente contou com a presença do prefeito do Rio, Eduardo Paes, a fim de comemorar a conquista do paciente e da cidade ao ter uma unidade com zero internações. Feito que realmente deve ser festejado, ante ao cenário que a cidade vinha passando até então.

O hospital que no início da pandemia foi designado como referência no tratamento do vírus, com a ausência de pacientes em tratamento, passará a atender pessoas com sequelas da doença.

A essas pessoas será administrada fisioterapia e outros procedimentos médicos que servem como auxílio na recuperação pós COVID-19. 

Imagem: Reprodução/ TV Globo

“O hospital começa agora um novo ciclo, vai passar a atender pacientes com sequelas da covid. A rede de saúde tem 140 pacientes com sequelas da doença. O hospital vai abrir o ambulatório, começa a ofertar procedimentos eletivos para que a gente consiga normalizar o atendimento, afirmou Soranz, secretário de saúde.

Vacinas salvam

O idoso agora sente-se renovado. A cura para ele foi como um renascimento. Agora poderá voltar para casa e apreciar a presença dos filhos e netos. Sem sombra de dúvidas, pra ele, estar distante deles e a possibilidade de não os ver mais, era o que mais lhe fazia sofrer.

Ao ser liberado, o agora saudável deixou um recado para as pessoas que resistem a imunização: “Se vacine. Tem que se vacinar, porque se não tomar a dose tu vai partir pro outro lado, maluco”.

Há campanhas por todo o Brasil em postos de saúde, supermercados e locais públicos, aberta a todas as idades, visando a vacinação de toda a população. 

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar