Mulher, sua vida vale mais que um tratamento estético agressivo!

A beleza é algo subjetivo!

Mulher, sua vida vale mais que um tratamento estético agressivo!
Mulher, sua vida vale mais que um tratamento estético agressivo!

Atualmente, existe uma ampla gama de procedimentos estéticos que prometem criar o “visual perfeito”. As redes sociais acabam sendo a maior fonte de influência para que as pessoas busquem cada vez mais por esses processos, sem ao menos se questionar quais riscos eles oferecem. 

A vaidade feminina acaba sendo uma presa fácil para essa indústria que reforça padrões de beleza, muitas vezes distorcidos. Essa criação sobre o que seria o corpo ideal, acaba fazendo com que muitas mulheres fiquem insatisfeitas com os próprios corpos e comecem a questionar sua beleza natural.

Dessa forma, é comum que esse grupo se disponha a fazer procedimentos, cada vez mais agressivos, dietas malucas e exercícios sem o mínimo de acompanhamento profissional. Tudo isso para alcançar a aparência reproduzida pelos meios midiáticos. 

É por isso que neste artigo, faremos uma breve reflexão sobre a busca excessiva pela beleza e os riscos existentes em submeter seus corpos a processos invasivos. 

A ilusória ideia de beleza criada pela mídia responsável por reforçar padrões estéticos: 

A busca incessante pela beleza pode ser um sinal claro de que a sua autoestima não anda muito bem. Isso acaba piorando quando você não consegue filtrar as imagens emitidas por comerciais de revista! 

A falta de representatividade acaba sendo um dos principais vilões neste aspecto. Quando você não consegue se ver representado de forma positiva pelos veículos de comunicação, cria a ideia de que o seu corpo não está dentro dos padrões adequados e isso acaba interferindo em seu bem-estar. 

Contudo, os rostos e corpos que andam sendo reproduzidos como sinônimo de beleza, na verdade, não existem! Eles fazem parte de uma construção midiática que agrega conceito com tratamento de imagem para atrair consumidores. 

Ao fazer isso, os veículos acabam empurrando as pessoas, na maioria mulheres, para um mercado que está sempre pronto para oferecer métodos e soluções de beleza, que em muitas vezes são desnecessários! 

O que realmente é sinônimo de beleza? 

Esse conceito deve estar associado à sua funcionalidade corporal e a boa manutenção da saúde. Não há nada mais bonito do que um corpo saudável que reflete cuidado e energias positivas. 

Isso só pode ocorrer mediante bons hábitos, que ao serem incluídos de forma adequada na rotina, passam a oferecer não só beleza, mas também saúde e qualidade de vida. 

Além disso, as mulheres precisam encarar melhor o fato de que o envelhecimento chegará para todos e não são procedimentos estéticos agressivos que fará com que elas vivam essa fase da melhor forma. 

A natureza é implacável e não distingue ninguém de acordo com sua vaidade. Por mais que a “estética ideal” esteja sempre associada ao rejuvenescimento, criando uma ideia de eterna juventude (o que de fato não existe), haverá uma hora em que a velhice virá à tona. 

É a partir disso que uma nova problemática surge, vamos aos detalhes… 

Mesmo aquelas pessoas que possuem disciplina e hábitos saudáveis ao longo da vida vão sentir os efeitos do tempo. Quem opta pelos procedimentos estéticos também não conseguirá fugir disso! 

Por mais que esses processos prometam rejuvenescer, é normal que os corpos envelheçam dia após dia! Insistir na negação desse fato pode criar uma visão distorcida sobre a vida e suas fases. 

A vaidade que não tem fim

Sendo assim, o desejo imposto pela vaidade não pode favorecer uma visão ilusória sobre a vida. Quando isso acontece, é sinal de que algo de errado está acontecendo. 

Além de se preocupar com o físico, as pessoas precisam entender as tramas que envolvem suas mentes. Isso porque é muito mais difícil aceitar seu corpo quando o processo mental nega essa aceitação de forma inflexível. 

A verdadeira moda que amplia a auto estima é investir em saúde mental! 

Nenhum procedimento estético vai curar seus traumas negligenciados durante todos esses anos! Se você realmente deseja se sentir bem e bonita, precisa investir, acima de tudo, em sua saúde mental! 

Já se perguntou porque está tão descontente com a sua aparência a ponto de cogitar fazer modificações estéticas agressivas? Isso é um sinal de que a sua autoestima está baixa e merece atenção! 

Quem escolhe os procedimentos estéticos como uma forma de negar o envelhecimento ou ser esteticamente aceita, nunca vai conseguir ficar completamente satisfeita com o próprio corpo

A indústria trabalha diariamente para mostrar “defeitos” em você e isso, unido a baixa autoestima, fará com que nunca consiga alcançar o corpo ideal! 

É preciso ser você!

Os problemas de auto aceitação que surgem durante a juventude, acabam induzindo jovens mulheres a seguir em busca do padrão de beleza. Isso é um sinal claro de que é preciso trabalhar o amor próprio de forma honesta e sem restrições! 

O melhor a se fazer é libertar-se dessa pressão e aproveitar todos os benefícios que o seu corpo tem a oferecer. Afinal, ele é responsável pelas sensações incríveis que você sente e te acompanha nessa longa jornada que é a vida, pelo menos enquanto você estiver neste plano! 

O mundo estético sem riscos criado pelas mídias sociais: 

Você sente vontade de modificar alguma área do corpo? Já se perguntou se realmente vale a pena se submeter a um procedimento cirúrgico só para se adequar ao padrão de beleza emplacado pela mídia nesse momento? 

Se traçarmos um parâmetro ao longo das décadas, podemos perceber que a estética muda em ritmo frenético, assim como a moda! 

De um tempo para cá, com a grande disseminação das redes sociais, o padrão de beleza imposto, faz com que as pessoas fiquem extremamente preocupadas com a auto imagem! 

Você é mais que um padrão

Existe uma infinidade de influencers que reforçam a ideia de que procedimentos estéticos que englobam riscos graves podem ser simples! A verdade é que qualquer modificação pode trazer complicações severas, sejam elas a curto ou a longo prazo! 

São poucos os bloggers que assumem responsabilidade com a transparência e que além das publicidades que incitam a vaidade, fazem questão de destacar a importância de cultivar hábitos verdadeiramente saudáveis.  

Por isso, é importante que você estimule diariamente o seu senso crítico e não se permita deixar levar por uma moda ditada através da internet sobre o que é ter um corpo perfeito! 

Procedimentos estéticos: será que devo? 

Antes de abordar isso, gostaria de esclarecer que a ideia não é “crucificar” os procedimentos estéticos. Muitas vezes eles são favoráveis na hora de dar uma elevada na autoestima, mas a questão é:

será que a minha vida vale mais do que um procedimento agressivo? 

O avanço da tecnologia permitiu que as técnicas estéticas passassem a oferecer mudanças totais nas pessoas. Em alguns casos, esses processos podem trazer complicações e até mesmo frustração com o resultado.  

Além das inúmeras possibilidades para o resultado final, a mídia nunca te fala, mas muitas dessas modificações são extremas e podem gerar transtornos no pós operatório. 

Para evitar arrependimentos, é recomendado fazer um acompanhamento psicológico, afim de identificar se a sua vontade em transformar o corpo é proveniente de uma questão realmente estética ou engloba o aspecto mental.

publicidade