Mulheres, questões emocionais podem causar ESSES problemas íntimos em você!

Saiba como sua mente pode estar atrapalhando sua vida sexual!

Mulheres, questões emocionais podem causar ESSES problemas íntimos em você!
Mulheres, questões emocionais podem causar ESSES problemas íntimos em você!

As nossas emoções nos fazem perceber que o corpo reflete todos os sentimentos da alma de forma completa e expressiva.

Quando estamos com algum sentimento retido, o corpo reflete isso, muitas vezes de tal forma que não consegue ao menos disfarçar. Os problemas surgem e fica cada vez mais difícil lidar com eles se você não busca descobrir suas motivações. 

Os estudos da medicina se dividem em diferentes especialidades e é por isso que os profissionais focam de forma mais especifica nos problemas e questões relacionados ao físico. 

No entanto, o nosso corpo funciona como uma linha de produção, inteiramente conectada. Sendo assim, se você quer tratar de alguma disfunção apresentada pelo seu corpo, é necessário conhecer a raiz dos problemas!

Muitas vezes, o desconforto surge a partir de uma insatisfação ou desequilíbrio entre o físico e o emocional. 

A origem da terapia reichiana! 

A psicoterapia corporal reichiana, foi criada pelo médico Willian Reich. Nessa teoria o estudioso nomeia as emoções negativas guardadas nos indivíduos de “couraças”. 

Estas, por sua vez, são tensões musculares que impedem um fluxo energético e sanguíneo. Isso indica a obtenção de traumas e sentimentos mau resolvidos. 

A medicina moderna já faz uma analogia bastante similar a essa.

Portanto, a relação entre corpo e emoções conseguem se apresentar com mais clareza. Neste artigo iremos analisar disfunções e dificuldades sexuais, íntimas e femininas.

Essa visão permitirá que você compreenda melhor como suas emoções podem afetar seu campo sexual e abrirá portas rumo ao autoconhecimento. 

Se encarar esses dados com sabedoria, poderá transformar completamente sua sexualidade e quando isto estiver em equilíbrio, poderá observar o quanto favorece outros aspectos da vida. 

Conheça agora quais disfunções sexuais podem estar associadas ao seu campo emocional: 

INFECÇÃO URINÁRIA  

O aparecimento de seus sintomas sinaliza que suas emoções estão a flor da pele. Isso ocorre quando você não permite que as situações corriqueiras do dia a dia aconteçam em seu fluxo normal. 

Conter suas emoções é o mesmo que conter o xixi por muito tempo. Em algum momento isso pode refletir em forma de infecção urinária, doença que gera imenso desconforto no canal urinário. 

Quando você se esforça para não chorar, também está impedindo o fluxo de suas emoções.

água é o principal elemento associado a esse processo, pois assim como as emoções, para ela é mais favorável que tudo ocorra fluidamente. 

Observando o aspecto biológico, a bexiga é o órgão responsável por reter a água no interior do corpo, filtrando apenas o que é positivo. Fazendo uma analogia, esse processo tem a ver com a sua habilidade em tirar apenas o que é proveitoso de cada situação. 

Uma dica para se prevenir contra esses tipos de problemas é se livrar das emoções que não fazem mais sentido para você! Não tenha medo de desapegar das mágoas e sentimentos reprimidos. Se sentir necessidade, chore! 

Se você já está sofrendo com os sintomas da infecção, procure auxilio do seu ginecologista! Quando essa doença surge, você passa a sentir muita dor ao urinar! 

CANDIDÍASE 

mulher tpm

Assim como no caso anterior, a candidíase sugere que você não está com as emoções bem resolvidas. Reter qualquer tipo de sentimento negativo pode ser a peça que falta para desencadear essa disfunção. 

Para identificar os sintomas da candidíase, fique atento aos sinais emitidos pelo seu corpo! Ao perceber coceira na região intima, mau cheiro, e um corrimento espeço e amarelado, é hora de buscar ajuda! 

Existem muitos métodos naturais que podem te auxiliar para se livrar desses sintomas, mas o mais importante é observar antes de tudo as suas emoções! 

Será que existe algo que está atrapalhando o bom funcionamento corporal?

O primeiro passo para se tratar e ter clareza emocional e eliminar qualquer sentimento negativo represado, como, magoa, inveja ou tristeza. 

Outra coisa que influencia neste aspecto é a forma como você lida com as outras pessoas. Impor limites e respeitar suas vontades é imprescindível para manter a harmonia entre corpo, mente e espirito. 

Após analisar tudo isso, você pode usar o barbatimão, erva muito conhecida pelos seus benefícios ginecológicos, para se livrar do resto dos sintomas.

  • Prepare banhos de assento de duas a três vezes por dia utilizando esse elemento até que sinta segurança em parar. 

Você também pode fazer uso de sabonetes que equilibram seu PH vaginal e garantem a estabilidade dos fungos e bactérias dessa região. A candidíase nada mais é do que a instabilidade da sua flora vaginal. 

Quando o órgão fica menos ácido, ajuda na proliferação do fungo e acaba gerando os sintomas tão desconfortáveis que são ocasionados pela candidíase. Na internet existem muitas informações erradas para o tratamento desta doença. 

Na dúvida, busque ajuda médica e faça um tratamento utilizando medicamentos convencionais. 

DOR DURANTE O SEXO (DISPAREUNIA) 

Sentir dores durante as relações sexuais não é normal! Caso isso ocorra fique atenta! A dores acontecem nas paredes vaginas durante a penetração, mas nada impede que elas surjam após a relação e possa parecer uma cólica menstrual. 

A dispareunia nada mais é do que uma resposta corporal para que a mulher não sinta mais dor, seja ela física ou emocional. Um exemplo é claro disso é:

  • se você decide transar com uma pessoa, mas sabe que provavelmente irá se arrepender depois, sua musculatura vaginal tenciona involuntariamente! Isso provoca dores durante a relação! 

Um outro motivo para esse intenso desconforto são os nódulos musculares, definidos por Reich como couraças. O acúmulo desses nódulos pode ocasionar dores em todo o corpo, inclusive na região dos órgãos sexuais. 

Quando ocorrem nessa área, provavelmente você tem acumulado traumas de caráter sexual, amoroso ou familiar.

Sua autoestima também pode gerar esse tipo de desconforto. 

Por isso mesmo, você deve buscar auxilio de terapias complementares que ajudem a dissolver esses aspectos negativos. 

Uma dica interessante para você evitar esses tipos de problemas é conhecer bem o seu corpo e tudo o que te dá prazer! Autoconhecimento é a chave para que isso aconteça de forma mais equilibrada. Ao se relacionar, confie em si e no seu parceiro.

Relaxe!

seu corpo e permita-se sentir tudo o que te excita! Ao compreender seu ritmo fica mais fácil se livrar de tudo o que impede o seu prazer. 

Por muito tempo a sexualidade feminina continuou sendo um tabu, é exatamente por isso que conhecer o próprio corpo e aquilo que proporciona prazer é um ato revolucionário. Invista nisso mulher! 

publicidade