Padre Fábio de Melo traz mensagem importantíssima após receber crítica sobre sua tatuagem

Sua postura nos faz refletir e nos trás uma mensagem impactante sobre o julgamento!

Padre Fábio de Melo trás mensagem importantíssima após receber crítica sobre sua tatuagem
Padre Fábio de Melo trás mensagem importantíssima após receber crítica sobre sua tatuagem

Não podemos negar, que estamos em uma época onde mais do que nunca, as pessoas estão se sentindo libertas a falar o que pensam a quem quer que seja, principalmente nas redes sociais, onde acham que podem criticar cada pessoa que possui um perfil em redes sociais.

Só que na verdade, as coisas não são bem assim. Sabe aquele ditado que diz: quem fala o quer, ouve o que não quer? Esse é um exemplo ideal para levarmos em conta a personalidade única de uma pessoa e o que ela acredita/constrói ser.

Nas últimas semanas, um fato que chegou a repercutir muito e acabou dando no que falar no país inteiro, envolvendo todos os tipos de assuntos que pudessem ser adicionados à personalidade de uma pessoa e em que ela escolheu mudar.

Estamos falando de uma tatuagem minimalista que o padre Fábio de Melo chegou a fazer em sua mão. Um desenho milimetricamente bem feito, que rendeu uma tattoo extremamente discreta porque não dizer, e muito bonita. 

tatuagem-padre-fabio-de-melo

Mas como toda boa ação escolhida por uma pessoa influente,  seja ela uma atitude que foi feita de forma errônea, bondosa ou até mesmo irrelevante para muitos outros sentidos – que por sinal, muitos chegaram a envolver em comentários completamente indispensáveis -, o que não faltou foram críticas.

O significado da tatuagem do padre Fábio de Melo

Quem curte uma tatuagem delicada, com muita certeza também chegou a amar o resultado. Em seu perfil do Instagram, o padre contou todos os motivos que o fizeram criar coragem para ter uma arte só sua, que por sinal, também nos trás muitas reflexões.

Disse o seguinte em sua legenda:

“Ela tem apenas 2 cm. Obra de arte criada e executada por meu amigo. Dei a ela o nome de Ana, o mesmo de minha mãe. Tudo começou com uma abelha que ficava pousando em mim, durante as lives das missas dominicais. Quem vem acompanhando já me ouviu falando sobre elas. Será meu sinal. De um tempo difícil, mas também bonito. De reclusão, de vida interior, de buscas e realizações silenciosas. O poeta tem razão: ‘abelha fazendo mel vale o tempo que não voou…'”.

Além de esclarecer bem o motivo, chegou ainda, a deixar uma mensagem super importante na imagem que publicou, mostrando bem os detalhes da tão amada abelha. 

Um sinal que também serve para todas as pessoas que desejam não esquecer isso. Escreveu o seguinte:

Para que eu nunca me esqueça de que o mel é o fruto de dedicação. pousei, definitivamente, uma abelha em minha mão.

tatuagem-padre-fabio-de-melo

Com muita certeza, se fossem apenas essas usadas como reflexão para todos nós, já nos acrescentaria muita coisa em nosso viver. Mas existe outro ponto pelo qual podemos refletir, que é tão forte quanto o que já foi dito: o julgar.

Um mundo onde todos criticam todos

Como não poderia ser diferente, o que não faltou foram críticas vindo de todo os “donos da razão” que vivem pela internet em busca de motivos para rebater as escolhas alheias. 

Ainda que venhamos a reconhecer que vindo de um padre – um padre bastante famoso, tanto quando falamos no catolicismo, quanto no cristianismo e em outras religiões presentes no Brasil -, isso seria algo que daria muito no que falar. 

Mas foi exatamente nas respostas que chegou a dar quando recebeu certas “acusações”, que todos nós pudemos refletir ainda mais sobre todo o mundo dos pré conceitos que são concebidos, apenas por um olhar à alguém. Veja o que chegou a dizer:

“Eu já pertenci ao grupo dos preconceituosos. Me lembro a primeira vez que eu fui à Jornada Mundial da Juventude, na França, eu me deparei com um padre todo tatuado, de piercing. E a primeira reação que eu tive foi de rejeição. Avaliei aquela pessoa pela aparência”.

Não podemos negar ainda, que existem muitas pessoas que aprovam e desaprovam muitas coisas diferentes. Esse é exatamente o “X” da questão!

não-julgar

Todos nós somos pessoas diferentes, que acreditamos em coisas diferentes, que seguimos religiões que diferem seus ensinamos e isso nos faz únicos como pessoa. Porém, essa diferença não nos dá o direito de subjugarmos alguém, só pelo pouco que vemos.

Em uma outra resposta, o padre Fábio também chegou a escrever o seguinte: ““Pois, como eu disse, eu já estive do lado dos que não compreendem. E no Novo Testamento, os meus olhos se abriram para eu perceber a bondade das pessoas. E é isso que eu quero como padre: construir um lugar melhor. E quem sabe, com o meu trabalho, convencer as pessoas a fazer um mundo melhor”.

Não seja o que critica!

Essa é uma das melhores atitudes que podemos tomar para as nossas vidas: não ser uma pessoa que critica a outra, apenas por ela ser diferente do que você é ou aprova.

Cada dia que passa, o que não nos falta – principalmente na internet -, são pessoas que sente a ânsia de despejar maldades, por não saber aceitar o que o outro é ou aprova.

criticas-tatuagem-padre-fabio

Ainda que exista sempre um assunto que seja mais pautado como fraco, vitimado, minorizado e outro que é acusador, opressor e ditador absolutista, ninguém tem o direito de tentar ofuscar o que outro acredita!

Não é porque uma pessoa está de um lado ou fez algo, que ela de fato concorde com tudo o que apresenta ser. Principalmente quando falamos em religião, como é o caso do que aconteceu e citamos mais acima. 

Seja quem for, não seja a pessoa de derrama ódio! Julgar uma pessoa por apenas algumas frações que ela chega a presentar, é completamente ilusório e só te fará perder em termos de humanidade.

publicidade