Professor pernambucano pedala mais de 7 quilômetros para auxiliar alunos sem internet

Professor pernambucano pedala mais de 7 quilômetros para auxiliar alunos sem internet

Esse é o verdadeiro significado de ser um professor transformador!

publicidade

Desde que o isolamento social passou a ser estabelecido, que as escolas precisaram se reinventar para continuar mantendo os estudos dos alunos, mesmo sem precisar sair de casa. O principal meio de acesso para as aulas passaram a ser transmitidas através de portais escolares.

Consequentemente, é preciso que os alunos tenham uma conexão com a Internet e um aparelho que possa obter acesso. Mas infelizmente isso acabou se tornando um empecilho para muitos jovens, principalmente aqueles que moram em áreas mais restritas e são mais humildes.

O professor chamado Arthur Cabral, acabou precisando fazer algo mais do que apresentar suas aulas de forma online. Mestre em biologia, já atua como professor há três anos na Escola Estadual Deputado Oscar Carneiro, que fica em Camaragibe, região mais afastada do Grande Recife, Pernambuco.

publicidade

Sabendo que alguns de seus alunos não conseguem ter acesso aos materiais e as aulas porque não possuem conexão à internet, teve uma ideia. Pensando em não afetar a vida de cerca de 20 alunos com esses problemas para ter aula, passou a fazer a entrega dos materiais didáticos usando uma bicicleta.

Uma escola é responsável por oferecer ensino para alunos de vários bairros que ficam em derredor. Arthur é responsável por dar aula as seis turmas do ensino fundamental, 3 do 6º ano e 3 do sétimo ano.

professor-entrega-materiais-de-bicicleta

Sua verdadeira intenção era fazer com que as crianças tivessem de fato o acesso à educação, pois acredita que nenhuma delas pode ser privada dos seus estudos. E quando começou a fazer entrega dos materiais, chegou a surpreender até mesmo as próprias famílias daqueles alunos que moravam mais distantes.

publicidade

Disse ainda: “Quando chego na casa deles, sempre dou uma conferida se eles fizeram as atividades anteriores e deixo novas. Vários pais disseram que os filhos se alegraram em poder voltar a estudar, porque muitos deles não têm acesso à internet, ou têm, mas não têm celular compatível ou precisam dividir o aparelho com mais cinco irmãos, por exemplo”.

Sua dedicação e o esforço conquistou essas vidas e chegou a tocar várias pessoas que o cercavam. Amigos e outros professores, além do próprio dono da gráfica em que imprime os materiais para distribuir, passaram auxiliar o Arthur com a demanda de materiais.

E dessa forma, esse professor vem se entregando cada vez mais, sempre pensando nas crianças que precisam continuar fazendo uma das coisas mais importantes de suas vidas, que a estudar e aprender.

Com certeza, quando esse período de quarentena acabar, esse professor vai marcar não só a vida dos alunos que foram acolhidos por ele. Mas começando de agora, se tornar a inspiração sobre o que é ser um profissional que acima de tudo é um ser transformador.

Fonte: Site G1

publicidade