Adidas cria tênis SUSTENTÁVEL feito de lixo retirado do OCEANO

Seria o começo de uma tendência?

Quando um produto sustentável é criado, é muito comum o questionamento:

“Será que essa moda pega para consumidores e comerciantes?”

Algo novo e que precisa de mudança de hábitos e de comportamentos de toda uma indústria, que vai desde os produtores até o comprador final, gera vários debates.

Quando a Adidas decidiu criar o protótipo do tênis sustentável feito quase que inteiramente de lixo reciclado tirado do oceano em parceria com a organização Parley for the Ocean.

A intenção não foi mostrar um plano, mas uma ação, como explicou porta voz da Adidas ao Huffington Post:

“Nós fizemos isso para mostrar o que nós somos capazes de fazer quando colocamos nossas cabeças juntas.”

Ou seja, se trata de mostrar que empresas engajadas podem criar mais produtos com material reciclado e é preciso começar, é preciso envolvimento com o trabalho de organizações e setores que lutam pela preservação do meio ambiente.

A captação de recursos

A parte superior do tênis foi feita inteiramente de fios e filamentos retirados de redes ilegais e outros lixos encontrados no fundo do mar, enquanto que a base foi feita de material acolchoado sustentável.

Para ter o material, a organização sem fins lucrativos de conservação da vida marinha Sea Shepherd Conservation Society, que colaborou com o projeto, resgatou o lixo em uma expedição de 110 dias na trilha de um navio de caça ilegal ao longo da costa oeste da África.

Como o tênis é tricotado, elimina-se o desperdício de sobras de materiais, explicou Eric Liedtke, membro do conselho executivo de marcas globais da Adidas ao site Fast Coexist. “Nós usamos o que precisamos para o sapato e não desperdiçamos nada.”

Conceito

O protótipo fruto da parceria da Adidas e da organização foi primeiro apresentado no evento sobre mudanças climáticas da Parley “Oceans. Climate. Life.” nas Nações Unidas em 29 de junho de 2015.

A Parley for the Ocean é uma organização em que criadores, pensadores e líderes se reúnem para aumentar a consciência sobre o estado desastroso dos oceanos e para colaborar em projetos promissores que podem proteger e conservá-los.

Cyrill Gutsch, fundador da Parley for the Ocean, disse em relatório divulgado pela Adidas, que a organização quer estabelecer os oceanos como uma parte fundamental do debate sobre as mudanças climáticas:

“Nosso objetivo é aumentar a sensibilização do público e inspirar novas colaborações que podem contribuir para proteger e preservar os oceanos. Estamos extremamente orgulhosos que a Adidas está se unindo a nós nesta missão e está colocando a sua força criativa por trás dessa parceria para mostrar que é possível transformar plástico do oceano em algo legal.”

Combater a poluição dos oceanos, proteger a vida marinha, evitar o desperdício de plástico e dar um novo destino para o plástico é o que compete à ação.

Cyrill Gutsch também disse ao site Fast Coexist que “acabar com a poluição de plásticos nos oceanos só acontecerá se reinventarmos o material”. Sem uma reinvenção, o plástico ainda existe no sapato, que será jogado fora em algum momento e o plástico será colocado de volta no sistema e potencialmente no oceano.

Então, o tênis, assim como outras iniciativas não apenas da Adidas, são importantes para engajar mais e mais empresas e compradores em consumo e produção sustentável.

Eric Lietke da Adidas disse ainda que o material eventualmente será incluído em outros produtos, como camisetas e outros tipos de coisas: “Nós não temos que nos limitar”.

Fontes: Adidas.com

Já tinha ouvido falar do tênis? O que acha da iniciativa? Compartilhe com os seus amigos!

publicidade