Documentos necessários para viajar com cachorro: quais são e como conseguir TODOS eles

Descubra os principais cuidados na hora de embarcar com seu Pet!

Documentos necessários para viajar com cachorro: quais são e como conseguir TODOS eles (Imagens: Unsplash)
Documentos necessários para viajar com cachorro: quais são e como conseguir TODOS eles (Imagens: Unsplash)

Para viajar com o seu pet é preciso reunir alguns documentos e tomar cuidados específicos para garantir o bem estar do animalzinho.

Pensando em facilitar esse processo, que por vezes parece chato e burocrático, reunimos as informações mais importantes na hora de planejar uma viagem com seu cachorro.

Poucas pessoas sabem, mas são necessários documentos específicos e antecedência nos planos para garantir uma viagem perfeita. Antes de descobrir quais são e como consegui-los, entenda um pouco sobre as tendências de mercado que abrangem a comunidade de pets.

Te interessa?

Documentos necessários para viajar com cachorro: quais são e como conseguir TODOS eles (Imagens: Unsplash)
Documentos necessários para viajar com cachorro: quais são e como conseguir TODOS eles (Imagens: Unsplash)

O sonho de viajar com seu pet precisa ser algo positivo

Até pouco tempo atrás as pessoas declaravam receio em viajar com cachorros e outros tipos de animais domésticos. A maior preocupação era em relação ao bem estar animal e a regulamentação para garantir uma viagem tranquila.

Vale ressaltar que isso não é só responsabilidade do tutor, mas também da companhia que oferece o serviço.

Antes de optar por viajar com seu cachorro, por exemplo, busque informações sobre as leis de proteção animal e quais são os requisitos cumpridos pela empresa responsável pelo trajeto.

Estar munido de informação é imprescindível para reivindicar qualquer direito posteriormente. Para manter a segurança e proporcionar uma viagem segura ao seu amiguinho, obedeça as regras para trajetos intermunicipais, interestaduais ou internacionais.

É isso mesmo! Muitos tutores acham que viagens curtas não precisam de cuidados , mas na verdade é preciso ter em mãos alguns documentos. Não estar de posse dos papéis pode adiar sua volta para casa durante as férias!

Documentos necessários para viajar com cachorro: quais são e como conseguir TODOS eles (Imagens: Unsplash)

Pet Friendly: A tendência que tomou conta do mercado!

Até pouco tempo atrás esse termo não era tão difundido! Ele serve para descrever estabelecimentos que possuem uma política acolhedora para pets e seus tutores.

Bares, restaurantes, hotéis e até mesmo os shoppings centers já aderiram a essa tendência e os pets tomaram conta dos espaços!

Para ser considerado um espaço Pet Friendly, além de receber os animais é preciso ter uma área específica para atender esse público. Áreas de lazer, bebedouros e uma equipe de atendimento treinada para lidar com os animais.

Se você é um tutor responsável, analise se o estabelecimento que deseja visitar com seu amiguinho está devidamente preparado para atendê-lo.

Agora chegou a hora de descobrir os principais documentos e cuidados na hora de fazer uma viagem com seu pet, mesmo que ela seja curta! Os requisitos variam de acordo com o nível da viagem e você poderá entender tudo sobre isso a seguir:

Documentos necessários para viajar com cachorro

Viagens dentro do território nacional

Nesses casos, o tutor precisa ter em mãos a carteira de vacinas atualizada do mascote. Além disso, é preciso solicitar um atestado médico veterinário, feito por um profissional credenciado no Conselho Regional de Medicina Veterinária. Fique atento ao planejamento da viagem, pois esse laudo só é válido por no máximo 5 dias!

Viagens intermunicipais e interestaduais

Documentos necessários para viajar com cachorro: quais são e como conseguir TODOS eles (Imagens: Unsplash)

Para se deslocar de ônibus entre cidades e estados, é preciso colocar o seu cachorro em uma caixa de transporte adequada e espaçosa para garantir o conforto do animal durante todo o trajeto. 

Para evitar imprevistos, busque informações com a companhia de viagem antecipadamente. Cada empresa determina regras específicas levando em consideração o peso e o tamanho do animal.

Além disso, você terá que ter o atestado de saúde do animal, a carteira de vacinação atualizada. Se a viagem ultrapassar 5 dias, retorne com o animal ao veterinário para examiná-lo após a chegada no local de origem.

Viagens de carro

Mesmo que você viaje em seu próprio carro, é preciso tomar cuidados especiais na hora de transportar cachorros. Além do laudo veterinário e a carteira de vacinas, é preciso estar atento às medidas de segurança para levar seu cachorro no banco de trás.

As melhores formas de manter o animalzinho seguro é colocando-o dentro de uma caixa de transportes adequada e do tamanho ideal ou usando um adaptador para cintos de segurança que fica acoplado à coleira do animal. Em hipótese alguma o seu cachorro poderá ficar solto dentro do veículo.

Viagens aéreas

Se o trajeto que você deseja fazer com seu cachorro deve ser feito de avião, não deixe de se informar a respeito das leis de proteção ao consumidor e das regras pré estabelecidas pela companhia aérea. Existem restrições sobre os animais frequentarem a cabine e na maioria das vezes é preciso colocá-lo no compartimento designado para isso e sedado.

Documentos necessários para viajar com cachorro: quais são e como conseguir TODOS eles (Imagens: Unsplash)

Viagens internacionais são um pouco mais burocráticas já que cada país possui regras específicas para receber cachorros e outros animais domésticos.

No continente europeu, por exemplo, os pets precisam apresentar exame sorológico para identificar a presença do vírus da raiva. Após três meses do exame é possível transportar seu animal até lá.

Por isso mesmo, planeje sua viagem com antecedência e corra para a clínica veterinária. Nesse território também é obrigatória a chipagem do cachorro. Já em alguns países da América do Sul, os principais requisitos dizem respeito à leishmaniose.

É importante atualizar as vacinas e solicitar um atestado médico veterinário com validade para aeroportos internacionais. O órgão responsável pelo despacho dos animais é o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o mesmo que informa para turistas de outros lugares quais são as regras para adentrar no Brasil com animais.

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Principais cuidados para viajar com seu Pet

Se você realmente ama seu animalzinho não o submeta a viagens inseguras! Optar pelo “jeitinho brasileiro” de resolver as coisas não adianta! As regras que determinam a viagem com cachorros e outros animais domésticos são sérias e devem ser seguidas à risca.

Essa questão abrange temas relacionados à saúde pública e responsabilidades podem ter por consequência interferências na segurança e saúde de outras pessoas e animais.

Cada tipo de roteiro tem uma forma de controlar as zoonoses e se o seu cachorro não estiver cumprindo uma das regras é impossível que ele embarque! Uma dica valiosa é conversar com o médico veterinário do seu animal para garantir esclarecimento sobre questões relacionadas a esse tema.

Então se você planeja viajar com o animal de estimação, já comece a buscar as informações e documentações necessárias.

Veja mais ›
Fechar