Garis encontram bebê em saco de lixo ao conferir ‘barulho’ e conseguem salvá-lo

Em estado estável, médico afirma que ele precisará apenas ganhar peso!

Garis encontram bebê em saco de lixo ao conferir 'barulho' e conseguem salvá-lo
"Garis encontram bebê em saco de lixo ao conferir 'barulho' e conseguem salvá-lo" Fotos: Canva

Não podemos negar que essa é uma notícia que chega a partir nossos corações. Mas ao sabermos que no final das contas esse bebê conseguiu ser resgatado, nos acalmamos um pouco.

O caso que aconteceu na semana passada em Eunápolis, no extremo sul da Bahia, deixou dois garis em estado que choque com o suposto “acaso” em um dia de trabalho.

De acordo com um dos garis que estava presente no momento, o Paulo Marques, por curiosidade de um barulho estranho que vinha de uma sacola, ele e seus colegas foram verificar.

Te interessa?

Contando ao jornal Bahia Meio Dia, Paulo disse que: “Na reta final do nosso trecho, no Alecrim 2, nós ouvimos um barulho dentro de uma sacola, a gente foi abrir pra poder verificar. Quando a gente foi abrir pra poder verificar tinha um bebê dentro.”

Quando abriram a sacola em que o bebê estava, o encontraram bem pequeno, com bastante frio ao ao lado de sua placenta e do seu cordão umbilical.

“Na hora, gente, 11 anos que eu trabalho já nisso aí, na prefeitura, e eu nunca presenciei uma coisa dessas”, contou o Paulo sobre sua reação, que com certeza deixaria qualquer um abatido, não é mesmo?

Sem pensar duas vezes, os garis chegaram a pedir ajuda médica ao Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e também acionaram a Polícia Militar para que resolvessem o caso.

Por ser um bebê bem pequenininho, a equipe achou que ele pudesse ser prematuro. Mas assim que foi levado ao médico e ter sido examinado, notaram que não.

Mesmo tendo passado por algo inaceitável, o bebê está estável

Não sabemos medir a dor que de fato esses funcionários tiveram quando acabaram se deparando com um pequeno bebezinho assim, literalmente jogado fora.

Ainda que o caso esteja a ser apurado pela polícia, o médico Alexandre Gonçalves, do Hospital Regional da cidade, garante que o bebê está recebendo todos os cuidados que precisa e seu caso é estável. E disse mais:

“Esse bebê chegou no plantão da noite, e ele estava com sinais de hipotermia, né? A gente de imediato aqueceu a criança, ela foi encontrada parece que em um saco de lixo, e ela evoluiu bem, a gente entrou com o antibiótico, né, tinha um risco infeccioso, a gente não sabe nada sobre o pré-natal, então a gente entrou com o antibiótico e com os exames, e nesse momento a criança está estável”.

Ainda de acordo com o médico, esse grande sobrevivente passará um bom tempo no hospital por pesar apenas 1,570 kg e ter passado por uma gestação que tenha durado cerca de 37 semanas.

Esse período que passará no hospital será justamente para poder ganhar mais peso e “aprender a sugar”, para que se desenvolva completamente bem.

Fonte: UOL

Veja mais ›
Fechar