Policial atende mãe aos prantos e salva bebê que estava engasgado sem sinais vitais

NO lugar certo e no momento certo!

Policial atende mãe aos prantos e salva bebê que estava engasgado sem sinais vitais
Policial atende mãe aos prantos e salva bebê que estava engasgado sem sinais vitais

No final do mês passado uma mãe passou por um momento de desespero ao lado de seu bebê. O que era para ser apenas mais um momento materno, deixou algumas pessoas em momentos de tenção.

O ocorrido aconteceu BR-343, em Teresina. Essa mãe estava amamentando a sua bebê, coisa que normalmente não poderia chegar a apresentar nenhum risco para elas.

Até que ela chegou a perceber que seu bebê – que só foi identificado ter apenas 2 meses de nascido – havia sofrido um engasgo com o seu próprio leite.

Tentando reanimá-lo de forma rápida e com cuidado, o que fez não foi necessário para que tudo passasse. Sem demora, ao lado de uma outra mulher, essa mãe se dirigiu ao posto da Polícia Rodoviária Federal para buscar suporte.

Assim que chegou super aflita ao local, uma policial não pensou duas vezes e agindo de forma super rápida, começou a tentar reanimar o bebê, que já estava sem os seus sinais vitais.

Realizando a Manobra de Heimlich, essa policial não poupou esforços. Em um vídeo que chegou a ser compartilhado pelo portal do G1, a policial age com toda cautela com o bebê.

Policial atende mãe aos prantos e salva bebê que estava engasgado sem sinais vitais

A manobra que consiste em colocar o bebê que está engastado de bruços e com a cabeça mais inclinada que o próprio corpo foi feita por alguns minutos. Enquanto pressionava as costas do bebezinho, ele aos poucos mostrou sinais.

De fato chega ser super preocupante o momento todo em si. Durante o procedimento, é possível ver como esta mãe estava aflita e aos prantos com tudo o que estava acontecendo.

No momento certo e na hora certa!

Assim como chegamos a falar mais acima, a manobra de Heimlich que foi feita pela policial que estava no local foi essencial para que o bebê tornasse a respirar normalmente depois.

De acordo com o próprio departamento da PRF, eles chegaram a contar que:

“Os policiais informaram que estavam na Unidade Operacional quando a criança chegou nos braços de duas mulheres que estavam desesperadas. O bebê não apresentava os sinais vitais, não apresentava movimentos e estava com quadro similar de hipotermia (quando a temperatura do corpo cai muito)”.

Aos pouquinhos, depois que ele mostrou os primeiros sinais, seus batimentos cardíacos começaram a mostrar melhoras e logo em seguida voltou ao normal.

Depois de um susto tão grande como esse e com o bebê já apresentando melhoras completas, a mãe foi indicada a buscar um médico para confirmar que tudo estava bem.

Graças a esta policial que estava no lugar certo e no momento certo, esse pequeno ser conseguiu se livrar um acidente bem sério. E recebendo a melhor notícia de que ele está bem, ficamos super aliviados com tudo isso!

publicidade