Rapaz abriga 300 cachorros em sua casa durante passagem de furacão

“Eu faria isso novamente mais um milhão de vezes, se necessário”, disse ele!

Rapaz abriga 300 cachorros em sua casa durante passagem de furacão
Rapaz abriga 300 cachorros em sua casa durante passagem de furacão
publicidade

Quem vive em regiões que podem ser atingidas por alguns desastres naturais sabe bem que é preciso manter a ordem em muitas coisas. Principalmente quando falamos em relação à estrutura de suas casas.

As casas precisam ser feitas de forma segura, para que quando furações, terremotos ou tempestades venham a acontecer, seus moradores possam ser abrigados com segurança.

Ricardo Pimentel administra um santuário de animais aos arredores de Cancún, no México. Ainda no final do ano passado, ele e sua equipe chegou a passar por uma grande preocupação.

publicidade

Te interessa?

Quando souberam que o furacão Delta estava indo em direção a cidade em que vive, Ricardo ficou super preocupado com a estrutura do abrigo que mantinha cerca de 300 cães.

Rapaz abriga 300 cachorros em sua casa durante passagem de furacão

Ele não poderia arriscar! Embora o Tierra de Animales fosse cercado pela selva, os cachorros precisavam de um local seguro para ficarem.

Foi quando então decidiu levá-los para sua casa até que o furacão passasse pela região. Animado, Ricardo até contou com a ajuda de quem quisesse ficar por lá nesse meio tempo.

“Decidimos colocar quase todos os cães dentro de casa, simplesmente porque não confiamos totalmente nos abrigos que temos atualmente, porque eles não são à prova de furacões.”

publicidade
Rapaz abriga 300 cachorros em sua casa durante passagem de furacão

A verdade é que ele não queria correr nenhum risco. Durante muitos anos, os planejamentos e lutas para manter o abrigo e seus abrigados bem foram lutas!

“Temos dois quartos, uma cozinha e um banheiro disponíveis para os voluntários que querem vir e ficar aqui para nos ajudar em todas as coisas que temos que fazer”, afirma ele.

Rapaz abriga 300 cachorros em sua casa durante passagem de furacão

E as lutas não pararam!

Para que pudessem fazer todos chegar até a sua casa, o processo foi árduo sim. Aliás, estamos falando de 300 cachorros a serem levados de um local para outro, não é?

publicidade

“Tivemos que trazê-los na coleira de dois em dois. Alguns deles têm medo ou não sabem andar na coleira, então tivemos que carregá-los para dentro de casa, mas no final valeu a pena porque estão todos seguros .”

<iframe src=Rapaz abriga 300 cachorros em sua casa durante passagem de furacão"https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fricardopimentelcordero%2Fvideos%2F10157719961087469%2F&show_text=0&width=267" width="267" height="476" style="border:none;overflow:hidden" scrolling="no" frameborder="0" allowfullscreen="true" allow="autoplay; clipboard-write; encrypted-media; picture-in-picture; web-share" allowFullScreen="true"></iframe>

E por incrível que pareça, tudo acabou saindo melhor do que esperava. De acordo com o administrador do local, eles se comportaram melhor do que esperavam!

“Na manhã seguinte, quando o furacão acabou, tivemos que fazer muitos consertos e limpar todas as áreas [dos animais] de árvores e galhos. Então eles ficaram em casa no dia seguinte até as 17h ou 18h.” 

publicidade

As “marcas de guerra” dentro da casa não poderiam ser diferentes. Mas ainda assim, aquela experiência para o Ricardo foi mais do que gratificante, como chegou a confessar:

“Claro, havia um cheiro horrível na casa e eles quebraram algumas coisas, mas não há nada do que se arrepender. Eu faria isso novamente mais um milhão de vezes, se necessário”.

Imagine só como deve ter sido essa grande festa? 300 cachorros juntos em um lugar fechado… Ê luta e amor!

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: The Dodo

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar