10 coisas que pessoas felizes nunca fazem (é um desafio não fazer a #7)

Quer ser uma pessoa feliz? Não faça essas 10 coisas.

publicidade

Vivemos procurando o “segredo da felicidade“. Em livros, artigos e até mesmo em sites, o ponto crucial e que não basta ler, devemos praticar o que aprendemos.

As primeiras coisas para ser feliz é pensar positivo e olhar o lado bom das coisas, o restante é mudar hábitos e pensamentos que nos impedem de ser feliz.

Por isso, separamos 10 coisas que as pessoas felizes NUNCA fazem. Leia, se inspire e pratique. Vamos lá!

publicidade

1. Se preocupar com o que os outros pensam de você.

Uma das coisas que mais nos impedem de fazer o que nos deixa feliz é a aprovação dos outros. Ficamos tão preocupados com o que vão falar, o que irão dizer que deixamos de fazer coisas que nos fariam muito bem.

Lembre-se, se você se aceita como realmente é não precisa da aprovação de outros. Só se libertando desse “peso” você conseguirá ser fiel a si mesmo, conseguirá a satisfação pessoal e será livre para ser feliz.

Além disso, quem te ama de verdade irá te amar e te apoiar por quem você realmente é.

2. Viver de passado.

Não há problema em visitar as memórias boas, aquele passeio, aquele beijo ou qualquer outra que tem lembre de coisas boas. O que não devemos fazer é trazer de volta as memórias ruins.

publicidade

Muitas vezes, em um momento hostil, nossa mente pode tentar nos trazer as memórias ruins à tona para tentar nos sabotar e nos deixar para baixo. Por isso devemos viver o agora.

Devemos viver o momento atual, e sempre pensar que o futuro terá mais momentos bons que o passado, que tudo vai ser melhor do que já foi.

3. Se concentrar no negativo das pessoas.

Ninguém nasce perfeito, nós vamos aprendendo e nos aperfeiçoando a cada dia, então, as pessoas tem qualidades e defeitos.

O que importa é que devemos ver o lado bom das pessoas, e não focar nos defeitos e nas coisas negativas. Lembre-se que quando você pensa em coisas negativas você atrai coisas negativas.

Aliás, devemos ver de que forma podemos melhorar, juntos, pois o seu ponto fraco pode ser o ponto forte do próximo.

publicidade

4. Cuidar da vida dos outros.

Você vive sempre querendo saber o que os outros estão fazendo? É aquele tipo de vizinho que adora cuidar da vida dos outros? Não faça isso.

Quando você deixa de concentrar na sua vida e passa a se concentrar na do outro você acaba acolhendo e preenchendo sua vida com a negatividade e o drama tóxico que nem lhe diz respeito.

Focar na sua vida e no seu crescimento te fará muito bem.

5. Comparar sua vida com a dos outros.

Esse está completamente ligado ao anterior. Quando focamos no outro vivemos nos comparando, lembra daquele ditado que o gramado do vizinho é sempre mais verde?

Pois bem, não siga esse ditado. Embora você queira muito algo do outro, pode acreditar que você também tem algo no qual ele adoraria ter.

O importante é focar nos seus planos, trabalhar por eles e sempre ser grato por tudo que há na sua vida.

Porque se comparar ao outro faz com que você queira a vida dele, esquecendo dos seus planos e de qual é o seu plano de vida.

6. Culpar injustamente a si mesmo por fracassos.

Crescemos planejando coisas, como vai ser nossa casa, qual vai ser o trabalho dos sonhos, até que enfrentamos a realidade e vemos que não é tão fácil como imaginávamos.

Nós podemos sim cumprir e honrar nossos sonhos, devemos correr atrás deles, o que não podemos fazer é nos culpar por coisas que podem nos impedir disso.

Devemos lembrar que não podemos controlar tudo, e que vai haver vezes que coisas irão nos impedir de alcançar algo, só não podemos nos culpar e martirizar por algo que não podemos controlar.

7. Guardar rancor.

Não guardar rancor não significa que você simplesmente deve esquecer tudo o que houve, nem significa que deve aguentar as ações ruins contra você, significa que você deve liberar a dor.

A dor é como uma pedra na nossa vida, quanto mais você guarda, mas pesada a vida fica, além de só te trazer coisas ruins.

Perdoe o que te fizeram, e siga em frente, nada de ficar guardando mágoa ou coisas negativas.

8. Permanecer em situações ruins.

Continuar num compromisso ou em algo que te faz mal nem sempre é um auto-sacrifício.

Pessoas felizes não permanecem em situações que põe em risco o seu bem estar. Eles saem de vizinhanças ruins, relações ruins, más companhias, e por mais que isso signifique correr um risco, nada é demais qual o seu bem estar está em jogo.

9. Culpar-se pelo passado.

Uma das armadilhas de viver no passado é se apegar as memórias ruins, e o pior, se culpar por elas. Muitas vezes passam até noites em claro pensando numa coisa que cometeram anos atrás.

Para ser uma pessoa feliz precisamos reconhecer os erros que cometemos, as traições, o que fizemos de ruim, nos perdoar e seguir em frente. Não podemos ficar a vida inteira nos culpando por erros do passado, pelo contrário, devemos usá-los como aprendizado para não errar de novo.

Mas se errar, não se preocupe, já sabe o que fazer.

10. Mentir para si mesmo.

Uma das principais coisas para se tornar uma pessoa feliz é aprender a não mentir para si mesmo.

Para viver uma vida feliz e verdadeira é necessário aceitar que vai haver dor, tristeza e você vai cometer erros, isso faz parte do ser humano, o importante é que no final de tudo a felicidade compensa esses pequenos momentos ruins.

A felicidade não está ligada a conforto ou facilidade, está ligada a viver uma vida verdadeira, sendo quem você é e aprendendo com os seus erros, dia a dia.

Haverão escolhas difíceis, mas que vão valer muito a pena, aliás, só assim você conseguirá encontrar amigos verdadeiros e experiências genuínas.

Fonte: keepinspiring.me.

Conhece alguém que pode achar este texto útil? Compartilhe!