Japamala: apenas usar esse colar vai ajudar você a conseguir meditar com facilidade

Japamala: apenas usar esse colar vai ajudar você a conseguir meditar com facilidade

O uso desse objeto ajuda muito os interessados na prática!

publicidade

Você sabe o que é Japamala? Nesse artigo vamos explicar tudo sobre esse colar utilizado por praticantes de Yoga e Meditação. Ele traz mais centralidade aos pranayamas garantindo facilidade em alcançar os estágios da Meditação

Se você está curioso para descobrir como ele age energicamente, fica por aqui que você vai descobrir tudo! 

O QUE É O JAPAMALA? 

Japamalaé basicamente um colar de contas com uma franja fixada em uma das pontas. Esse objeto é muito utilizado para coordenar a meditação, auxiliando na contagem de mantras e orações.

publicidade

Na Yoga, o colar é um forte aliado na contagem dos pranayamas (respirações). Ele garante que você não irá se perder durante o exercício e irá concluir com exito a proposta inicial.

japamala

A etimologia define “Japamala” como sendo: Japa, referente a recitar ou sussurrar mantras e Mala, que significa terço. Sendo assim o colar é um instrumento que reúne forças espirituais em benefício humano durante a meditação. 

Você deve conhecer o terço utilizado pela religião católica, não é mesmo? No Japamala, cada peça incluída no cordão é chamada de contas de mantra ou contas de oração budista. Isso demonstra sua ligação com o poder espiritual e sagrado expandido por Sidarta Gautama, o Buda. 

publicidade

SURGIMENTO DO JAPAMALA 

Esse símbolo é utilizado desde a antiguidade pelos hindus e budistas. Eles associavam ao colar o poder de manter a mente e as emoções em equilíbrio, garantindo foco e assertividade. 

Ao meditar você ativa as propriedades intelectuais da sua mente e expande a consciência para os processos cotidianos. O Japamala auxilia nessa busca por estabilidade, trazendo excelência durante as práticas e garantindo reorganização das ideias e clareza no pensamento. 

CARACTERÍSTICAS DO COLAR 

Existem algumas variações no modelo do cordão. Uma delas possui 108 contas e uma peça chamada guru. Essa Japamala costuma ser mais comprida e pode ser utilizada em volta do pescoço. Com certeza aquele seu amigo iogue já deve ter aparecido com uma dessas! 

japamala

Outro tipo de Japamala é confeccionado com apenas 54 peças. Esses são considerados metade de um todo. Outras pessoas preferem japamalas de 27 contas que podem ser utilizadas como pulseira. 

publicidade

As “bolinhas” costumam ter em torno de 6mm a 10mm. Contas maiores facilitam na hora de praticar a meditação e torna o colar mais denso e pesado. Lembrando que não obrigatoriamente todo colar será feito no mesmo material. 

Alguns lugares oferecem opções com espaçadores entre as contas. Fique atento pois eles são de caráter estético e não devem ser contabilizados ao recitar mantras. 

O guru, peça que foi citada anteriormente, serve para marcar o ponto inicial da contagem. Geralmente ele é uma conta diferente das demais e com o tamanho um pouco maior. Ainda nessa peça, é fixada uma franja de seda ou algodão indicando o nó final.

japamala

O material utilizado para a produção do colar pode variar explorando as diversas formas da natureza. Os mais comuns são feitos com peças em madeira e sementes enquanto outros utilizam cristais e pedras naturais.

Cada material transmite vibrações energéticas diferentes. Contas de ametista por exemplo remetem a calma e a serenidade; contas de citrino inspiram prosperidade. Tudo isso é possível graças ao poder dos cristais

Quando o objeto é utilizado para finalidade religiosa ou sagrada, é comum que sejam feitos de materiais específicos. Na Índia por exemplo, sementes de sândalo, tulsi e rudraksha são as mais utilizadas. Nas regiões do Nepal e Tibete, o colar é feito com ossos, sementes de lótus e de bodhi. 

RAZÃO PARA O NÚMERO DE CONTAS 

Você deve estar se perguntando porque o número de contas é tão relevante para o Japamala. Na verdade, os cordões com 108 peças possuem um significado muito especial. 

Os hindus relacionam esse número aos altos estágios da espiritualidade e associam a ele a coisas positivas e prosperas. A seguir você vai poder conferir uma lista com os principais significados para o número 108.

japamala

  • No alfabeto sânscrito existem exatamente 108 letras. 
  • Antigos estudiosos vedas exploraram a matemática e descobriram que o Sol corresponde a 108 vezes o tamanho da Terra. 
  • A arte milenar do Yoga possui 108 textos sagrados. 
  • A técnica oriental de acupuntura trabalha 108 pontos no corpo humano. 
  • A deusa hindu Krishna têm 108 nomes diferentes. 
  • Por toda Índia existem 108 locais que são considerados sagrados. 
  • Uma vertente da Yoga chamada Tântrica descreve 108 linhas que interligam a energia corporal e refletem no chakra coronário. 

QUAL É A VERDADEIRA FUNÇÃO DO JAPAMALA? 

As contas não são uma exclusividade do Japamala. Elas são utilizadas ao longo dos séculos em diversas tradições e podem trazer benefícios, pessoais e espirituais. Não é à toa que em todo o mundo existem outras representações com colares e contas, como no catolicismo e nas religiões de matriz africana, por meio de terços e guias.

japamala

Para você compreender melhor como esse objeto pode trazer benefícios, separei algumas funções universais oferecidas por esse colar. Reflita sobre sua influência e se for possível tente aderir a essa filosofia. 

  • Permite o foco absoluto durante a pratica meditativa. 
  • É eficiente para contar os mantras sem se perder durante rituais e orações. 
  • O objeto pode ser considerado sagrado e os elementos que o compõem facilitam a expansão e a cura. 
  • Usar o Japamala mantem sua consciência a respeito dos seus princípios e ideais. 
  • Quando esse objeto é utilizado pela primeira vez com finalidade neutralizante e curativa nunca mais reduz seu poder espiritual. 
  • Ao escolher o Japamala que irá te acompanhar você traça um parâmetro com intenções e metas espirituais mais claras e objetivas. 
  • O contato com contas de oração pode transmutar energias e tornar sua vida mais leve. 
  • Você pode utilizar o colar como símbolo de recompensa após enfrentar algum desafio.