Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos

Um cantinho super especial na Praia da Sununga!

Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos (Imagens: Unsplash)
Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos (Imagens: Unsplash)
publicidade

A Gruta que chora é um dos lugares mais explorados na região sul de Ubatuba. Localizada na praia da Sununga, a atração é uma das mais famosas do litoral de São Paulo

Além de ser um ponto turístico, o espaço ganha destaque graças a uma lenda. Se você quer saber tudo sobre a Gruta que chora e quem sabe, planejar uma viagem para lá, chegou ao lugar certo. 

Montamos um guia completo sobre a Gruta, a praia da Sununga e a região sul de Ubatuba. Fica ligado em todas as dicas que preparamos e comece a planejar a viagem perfeita. 

publicidade

Te interessa?

Onde fica a Gruta que chora? 

Como citado anteriormente, a atração está no canto esquerdo da praia da Sununga . Ela é uma das mais famosas e procuradas por quem visita a região sul da cidade de Ubatuba. 

Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos (Imagens: Unsplash)
Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos (Imagens: Unsplash)

Se você nunca ouviu falar sobre as praias do município, vale a pena conferir o artigo a seguir. 

22 praias de Ubatuba para aproveitar os melhores roteiros 

publicidade

Como chegar na Gruta que chora? 

O melhor deste roteiro é que o acesso é super fácil. Para chegar na Gruta que chora, basta que os turistas se desloquem pela beira da praia do Lázaro, seguindo para o lado esquerdo. 

Isso torna o passeio ideal para pessoas de todas as idades. Se você viaja em família para a região litorânea de Ubatuba, não deixe de incluir esta parada no roteiro. Ela é garantia de diversão para todos. 

Está pensando em morar em Lisboa e ainda não sabe onde ficar? Confira as melhores vizinhanças da cidade neste artigo 

publicidade

O que você vai encontrar por lá:

A Gruta que chora é realmente uma Gruta pequena, mas é encantadora. É óbvio que não dá para esperar uma grande caverna, mas a forma como a natureza moldou singelamente a Gruta a torna tão especial. 

Os visitantes ficam intrigados com a constância com a qual água pinga na entrada da Gruta. Além dessa característica, ela tem um formato afunilado, com vista para a praia. 

Estudos comprovam que suas paredes foram constituídas a partir de segmentos vulcânicos. E como em toda a Gruta ou caverna, ao emitir sons em seu interior, as vibrações atingem suas paredes. 

Por que a Gruta chora? 

Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos (Imagens: Unsplash)

O nome da Gruta foi criado em alusão a característica citada anteriormente. Os turistas poderão perceber que ao provocar ruídos no interior da Gruta, as vibrações de suas paredes fazem com que a água nascente que despeja acima da formação, pingue através do portal. 

publicidade

E até mesmo quando ninguém faz barulho no interior da Gruta, o mar se encarrega de provocar o choro. O barulho ecoado das ondas violentas da praia da Sununga , são o suficiente para manter o efeito do teto pingando. 

Talvez isso seja o que torna esta parada tão especial. Ela é uma das infinitas espalhadas por Ubatuba, que provocam uma conexão extrema entre os viajantes e a natureza. Se você é do tipo de turista que não abre mão dessa imersão, vai adorar conhecer essa área do estado de São Paulo. 

Neste artigo você descobre os melhores bairros para morar em São Paulo 

Outras paradas imperdíveis em Ubatuba 

  • Ruínas da Lagoinha 
  • Ilha Anchieta 
  • Aquário de Ubatuba 
  • Aldeia Boa Vista 
  • Projeto Tamar de Ubatuba 
publicidade
Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos (Imagens: Unsplash)Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos (Imagens: Unsplash)

Roteiro completo para 1 dia em Ubatuba 

Pensando em facilitar a sua vida na hora de conhecer a Gruta que chora, montamos um roteiro completo para aproveitar um dia em Ubatuba, Passando por este ponto turístico tão requisitado. 

  • Deslocamento para a praia da Sununga 
  • Aproveite o dia no quiosque do meio, um dos mais famosos da praia e que funciona até às 20:30 da noite. 
  • Siga pelo lado esquerdo da praia até chegar à Gruta que chora. 
  • Faça todos os registros possíveis dessa aventura e esteja disposto a andar um pouco. 
  • É importante levar água, lanches e protetor solar. Também não esqueça de levar a Câmera para registrar cada momento. 
  • Após o almoço, faça um passeio pelas ruas da praia da Sununga. Existem algumas lojas e comércios direcionados para o turismo. 
  • Para fechar o seu passeio com chave de ouro, que tal ver o pôr do sol? Em Ubatuba existem inúmeras opções para visualizar esse espetáculo da natureza. Escolha a praia mais próxima da sua hospedagem ou do acesso para a volta para casa. 

A lenda da Gruta que chora 

Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos (Imagens: Unsplash)

Ao longo de décadas, tentando justificar a condição geográfica e biológica da Gruta que chora, algumas lendas surgiram. Atualmente, duas histórias se fundem por representar todo o significado cultural associado a formação. 

A primeira versão da lenda é a de que na Gruta que chora havia um monstro Marinho, responsável por atacar embarcações pesqueiras e seus tripulantes. Com a intenção de livrá-la do demônio, o padre Anchieta foi até a Gruta e a benzeu com água benta. Afirmam que desde então o monstro nunca mais foi visto. 

publicidade

Duas histórias para um mesmo lugar… 

A segunda lenda por trás da Gruta que chora é a história de Marcelina. A adolescente, subitamente adoeceu e ficou de cama. Ela afirmava que estava a espera de uma serpente com cara de dragão que sempre a visitava. 

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Essa serpente se transmutava em um bonito rapaz, pelo qual Marcelina era apaixonada. Um certo dia, um Pescador local contou-lhe que estava passando pela Gruta e ouviu o barulho do tal monstro citado pela adolescente.

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Quer visitar um pedacinho do paraíso? Pegue o destino para A Gruta que Chora e tenha a viagem dos sonhos (Imagens: Unsplash)

O Pescador, com muito medo, começou então a rezar e a pedir proteção. Ao som de suas preces, a fera foi diminuindo e se perdendo em meio à mata. Depois de ouvir essa história, a moça passou a repetir ainda mais que permaneceria esperando o seu amado. 

Em 1 dia de desespero, dona Amália, mãe de Marcelina recebe a visita de um monge muito idoso, a quem deu de beber e comer. Ao vê-la aflita, o monge se propôs a benzer aquele lugar assustador e que deixava a população agitada. 

A lenda afirma que naquele dia ouviram se trovões e que o Dragão entrou no mar profundo e nunca mais retornou. Ao saber da história, as lágrimas de Marcelina fizeram surgir uma nascente em cima da Gruta. 

Veja mais ›
Fechar